As cidades e estados que ganharam ou perderam participação no PIB

Os 8 estados no topo da lista são responsáveis por 75% do total, de acordo com números divulgados hoje pelo IBGE

São Paulo – O IBGE divulgou hoje os números do PIB de estados e municípios até 2014.

Os 8 estados no topo da lista são responsáveis por 75% do total. O que mais contribuiu foi São Paulo (31,2%), seguido do Rio de Janeiro (11,7%) e Minas Gerais (9,1%).

São Paulo ganhou participação de 0,1 ponto percentual em relação a 2013 mas foi o que mais perdeu na comparação com 2010 (1,2 pontos percentuais a menos)

Já os estados de Minas Gerais e Paraná foram os maiores perdedores na virada de 2013 para 2014 (0,3 ponto percentual a menos cada).

Veja quanto cada estado contribuiu para o PIB do Brasil de 2012 a 2014:

2012 2013 2014
São Paulo 31,4% 31,2% 31,2%
Rio de Janeiro 12,0% 11,7% 11,7%
Minas Gerais 9,5% 9,4% 9,1%
Rio Grande do Sul 6,0% 6,3% 6,2%
Paraná 5,9% 6,3% 6,1%
Santa Catarina 4,0% 4,0% 4,1%
Bahia 3,9% 3,9% 3,9%
Distrito Federal 3,4% 3,3% 3,4%
Goiás 3,0% 2,9% 2,9%
Pernambuco 2,7% 2,7% 2,7%
Pará 2,4% 2,3% 2,3%
Ceará 2,1% 2,1% 2,2%
Espírito Santo 2,3% 2,1% 2,2%
Mato Grosso 1,7% 1,7% 1,8%
Amazonas 1,5% 1,5% 1,4%
Maranhão 1,3% 1,3% 1,4%
Mato Grosso do Sul 1,3% 1,3% 1,4%
Rio Grande do Norte 1,0% 1,0% 1,0%
Paraíba 0,9% 0,9% 0,9%
Piauí 0,6% 0,7% 0,7%
Alagoas 0,8% 0,7% 0,7%
Sergipe 0,7% 0,7% 0,7%
Rondônia 0,6% 0,6% 0,6%
Tocantins 0,5% 0,5% 0,5%
Amapá 0,3% 0,3% 0,2%
Roraima 0,2% 0,2% 0,2%
Acre 0,2% 0,2% 0,2%

Veja também qual foi a contribuição de cada capital para o PIB do Brasil entre 2012 e 2014:

2012 2013 2014
São Paulo/SP 11,2% 10,9% 10,9%
Rio de Janeiro/RJ 5,3% 5,3% 5,2%
Brasília/DF 3,4% 3,3% 3,4%
Belo Horizonte/MG 1,6% 1,5% 1,5%
Curitiba/PR 1,5% 1,5% 1,4%
Manaus/AM 1,2% 1,2% 1,2%
Porto Alegre/RS 1,1% 1,1% 1,1%
Fortaleza/CE 1,0% 0,9% 1,0%
Salvador/BA 1,0% 1,0% 1,0%
Recife/PE 0,9% 0,9% 0,9%
Goiânia/GO 0,8% 0,8% 0,8%
Belém/PA 0,5% 0,5% 0,5%
São Luís/MA 0,5% 0,4% 0,5%
Campo Grande/MS 0,4% 0,4% 0,4%
Vitória/ES 0,5% 0,4% 0,4%
Cuiabá/MT 0,3% 0,3% 0,4%
Natal/RN 0,3% 0,3% 0,3%
Maceió/AL 0,3% 0,3% 0,3%
Teresina/PI 0,3% 0,3% 0,3%
João Pessoa/PB 0,3% 0,3% 0,3%
Florianópolis/SC 0,3% 0,3% 0,3%
Aracaju/SE 0,3% 0,3% 0,3%
Porto Velho/RO 0,2% 0,2% 0,2%
Macapá/AP 0,2% 0,2% 0,2%
Rio Branco/AC 0,1% 0,1% 0,1%
Boa Vista/RR 0,1% 0,1% 0,1%
Palmas/TO 0,1% 0,1% 0,1%

Florianópolis é a única capital que não liderava entre as cidades com maior peso econômico do seu estado, Santa Catarina, posição ocupada por Joinville.

Veja também qual foi a participação no PIB nacional em 2014 das 100 cidades brasileiras com as maiores economias, que não são necessariamente as capitais:

Participação (em %)
1 São Paulo/SP 10,87
2 Rio de Janeiro/RJ 5,19
3 Brasília/DF 3,42
4 Belo Horizonte/MG 1,52
5 Curitiba/PR 1,37
6 Manaus/AM 1,17
7 Porto Alegre/RS 1,11
8 Osasco/SP 1,01
9 Campos dos Goytacazes/RJ 1,00
10 Campinas/SP 1,00
11 Fortaleza/CE 0,98
12 Salvador/BA 0,98
13 Guarulhos/SP 0,89
14 Recife/PE 0,88
15 São Bernardo do Campo/SP 0,82
16 Barueri/SP 0,80
17 Goiânia/GO 0,80
18 Jundiaí/SP 0,63
19 Sorocaba/SP 0,57
20 São José dos Campos/SP 0,54
21 Belém/PA 0,50
22 Duque de Caxias/RJ 0,50
23 Uberlândia/MG 0,49
24 Santo André/SP 0,49
25 Ribeirão Preto/SP 0,49
26 São Luís/MA 0,46
27 Contagem/MG 0,45
28 Joinville/SC 0,43
29 Niterói/RJ 0,42
30 Campo Grande/MS 0,41
31 Vitória/ES 0,40
32 São José dos Pinhais/PR 0,40
33 Caxias do Sul/RS 0,39
34 Piracicaba/SP 0,38
35 Betim/MG 0,38
36 Macaé/RJ 0,36
37 Cuiabá/MT 0,36
38 Santos/SP 0,35
39 Natal/RN 0,33
40 Maceió/AL 0,32
41 Teresina/PI 0,31
42 Serra/ES 0,30
43 Camaçari/BA 0,30
44 João Pessoa/PB 0,30
45 Florianópolis/SC 0,30
46 Cabo Frio/RJ 0,30
47 Itajaí/SC 0,30
48 Blumenau/SC 0,29
49 São Caetano do Sul/SP 0,28
50 Londrina/PR 0,27

PIB per capita

Mais de 30% dos municípios dos Estados do Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso tem PIBs per capita superior ao nacional.

Nos estados do Acre, Roraima, Amapá e Alagoas, nenhum município supera essa marca.

Os 10 municípios brasileiros com maior PIB per capita são, na ordem: Presidente Kennedy (ES), Ilha Comprida (SP), Selvíria (MS), São Gonçalo do Rio Abaixo (MG), São João da Barra (RJ), Louveira (SP), Ilhabela (SP), Itapemirim (ES), Quissamã (RJ) e Triunfo (RS).

Todas têm PIB per capita anual acima de 184 mil reais, chegando a R$ 815.093 em Presidente Kennedy, bem acima da segunda colocada, com R$ 378.004.

Várias representantes no top 10 são produtoras de petróleo, incluindo as duas primeiras. O menor PIB per capita em 2014 foi de R$ 3.085,49, no município Mansidão (Bahia).

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Adriano Freitas

    Belo Horizonte retoma o 4º lugar no PIB que por 03 anos foi de Curitiba.

  2. Adriano Freitas

    Salvador com a terceira maior população do país e com PIB quase 30% menor que o de Curitiba que possui um milhão de habitantes a menos.

    1. Isso diz muito sobre muita coisa.