Após reduzir déficit orçamentário, Arábia elevará gastos em 2017

O Ministério das Finanças do reino divulgou seu orçamento para o próximo ano nesta quinta-feira

Riad – A Arábia Saudita planeja elevar seus gastos em 2017 para estimular o crescimento econômico, após medidas de austeridade ajudarem a reduzir o déficit neste ano.

O Ministério das Finanças do reino divulgou seu orçamento para o próximo ano nesta quinta-feira.

O governo planeja gastar 890 bilhões de riais sauditas (US$ 237,33 bilhões) em 2017, um crescimento de 8% na comparação com os 825 bilhões de riais deste ano, afirmou o Ministério das Finanças.

O governo espera receita de 692 bilhões de riais no próximo ano, o que o levará a ter um déficit de 198 bilhões de riais. Isso ainda é menor que o déficit estimado de 297 bilhões de riais neste ano e do recorde de 366 bilhões de riais de 2015.

O déficit orçamentário menor é uma indicação inicial de que as ambiciosas reformas econômicas da monarquia adotadas ao longo do ano passado geram resultados positivos para manter as finanças públicas sob controle.

A receita com petróleo gerou 62,3% das receitas do governo em 2016, abaixo dos 73% de 2015. As receitas que não com o petróleo devem totalizar 199 bilhões de riais neste ano, ainda longe da meta estabelecida em junho de 530 bilhões de riais (US$ 141,3 bilhões) até 2020.

O Ministério das Finanças disse que o orçamento de 2017 inclui um pacote de financiamento para promover o crescimento do setor privado. Fonte: Dow Jones Newswires.