AIE eleva projeção de crescimento da demanda global em 2015

Em relação à demanda por petróleo produzido pela Opep, a AIE elevou sua projeção em 100 mil bpd, a 29,5 milhões bpd

São Paulo – A Agência Internacional de Energia (AIE) elevou sua projeção de crescimento da demanda global por petróleo este ano em 75 mil barris por dia (bpd), para 1,0 milhão de bpd. Isso significa que, na avaliação da entidade, a demanda mundial deverá avançar para uma média de 93,5 milhões de bpd em 2015.

Em relação à demanda por petróleo produzido pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a AIE elevou sua projeção em 100 mil bpd, a 29,5 milhões bpd. Segundo a AIE, a produção da Opep recuou 90 mil bpd em fevereiro devido à onda de violência na Líbia, que comprometeu a oferta local.

Em relatório mensal publicado nesta sexta-feira, 13, a AIE também alertou para o fato de que a recuperação dos preços do petróleo continua frágil diante do aumento da produção dos EUA e da ampliação dos estoques do país. Nos últimos meses, analistas vinham apostando que o petróleo barato eventualmente prejudicaria a produção norte-americana.

“Por trás da fachada de estabilidade, o reequilíbrio provocado pela queda nos preços ainda não se completou, e pode ser muito otimismo esperar que isso ocorra de forma suave”, disse a AIE no documento.

A diminuição recente vista no número de plataformas em operação nos EUA – gerando expectativas de queda na produção – ajudou as cotações do petróleo Brent a se recuperarem para níveis em torno de US$ 60 por barril, depois de recuarem para menos de US$ 50 por barril.

No mês passado, a AIE, que representa os principais países consumidores de energia, havia previsto que uma recuperação dos preços do petróleo parecia “inevitável”, uma vez que a expansão da produção nos EUA estaria destinada a perder força.

Nesta semana, o secretário-geral da Opep, Abdalla Salem el-Badri, afirmou que a desvalorização do petróleo está prejudicando a indústria de óleo xisto na América do Norte. Segundo o relatório da AIE, no entanto, a produção de petróleo dos EUA subiu 115 mil bpd em fevereiro. *Com informações da Dow Jones Newswires.