Urano pode ter duas luas pequenas e desconhecidas

Releitura de imagens capturadas em 1986 evidenciam que o planeta pode ter mais luas do que cientistas sabem atualmente

São Paulo – O planeta Urano pode ter luas ainda não descobertas por nós. Imagens capturadas em 1986 podem ser as responsáveis por acabar com esse segredo.

Analisando dados capturados pela sonda Voyager 2 há quase 30 anos, cientistas encontraram evidências de que Urano pode ter mais luas do que se sabe. Astrônomos já puderam catalogar 27 satélites naturais orbitando em torno do planeta–pode parecer muito, mas ainda é um número bastante inferior à quantidade que orbita outros planetas, como Júpiter.

Os dados foram reexaminados por dois cientistas da University de Idaho em Moscou, Rob Chancia e Matthew Hedman. Os satélites foram encontrados em meio aos dois conjuntos de anéis principais do planeta, Alpha e Beta.

As duas luas são extremamente pequenas. Uma teria quatro quilômetros de diâmetro e a outra, 14 quilômetros de diâmetro. Isso faria delas as menores luas já vistas orbitando Urano.

Hedman, um dos pesquisadores, afirma que as luas devem ser escuras, assim como são os anéis que cercam o planeta. Na foto acima, por exemplo, os anéis de Urano estão invisíveis.

O noticiário New Scientist consultou Mark Showalter, do Instituto SETI. Na opinião dele, são grandes as chances de que Urano tenha mais luas orbitando ao seu redor do que se sabe hoje.

Showalter e outros pesquisadores usarão imagens feitas pelo telescópio espacial Hubble na busca destes novos satélites.

As descobertas de Chancia e Hedman foram publicadas no periódico científico The Astronomical Journal.