Turistas arruínam desova de tartarugas para tirar selfies

Um grupo de turistas foi à uma praia da Costa Rica para ver a desova das tartarugas, tirando fotos com flash e colocando os filhos nos cascos dos bichos

São Paulo – Faltam três meses para terminar 2015, mas o troféu de idiota do ano já tem destino certo.

Este grupo de milhares turistas foi à praia de Ostional, na Costa Rica, para ver a desova das tartarugas há duas semanas. A farofada toda foi organizada por um evento no Facebook.

O problema? A desova das tartarugas no litoral é um fenômeno extremamente delicado.

Qualquer intervenção no processo arruína o ciclo reprodutivo. Por isso, as praias onde ocorre a desova precisam ser isoladas: sem redes de pesca, sem iluminação excessiva, sem trânsito de veículos e nem lixo.

Imagine então que é, para uma tartaruga prestes a botar ovos, dar de cara com milhares de turistas fazendo selfies, tirando fotos com flash e colocando os filhos para montar sobre seu casco.

A maior parte dos animais simplesmente deu meia volta e tornou ao mar, sem completar a desova.

“Foi um desastre”, disse uma guia turística que viu toda a cena lastimável ao El País.

Em geral, a praia de Ostional fica isolada por causa das chuvas que atingem a Costa Rica entre agosto e outubro, alagando os rios no entorno. Essa proteção natural faz com que a faixa de areia seja um perfeito berçário de tartarugas.

Visitas só podem ser realizadas com guias locais preparados para explicar todo o ciclo de reprodução e orientar os turistas a não intervirem no processo.

No entanto, devido ao El Niño deste ano, choveu pouco e as pontes de acesso à região permaneceram abertas.

As autoridades de preservação ambiental não estavam preparadas para lidar com a situação, e as pessoas não pensaram duas vezes antes de rumar em massa à praia. Afinal, quem liga para a vida das tartarugas se a selfie vai ganhar dezenas de likes?