NASA buscará sinais de vida em uma cratera do planeta Marte

Agência vai enviar um robô para procurar evidências de que o local já teve micróbios e água

Washington – A NASA escolheu uma cratera em Marte para onde enviará seu rover Curiosity, um veículo de exploração equipado com um laboratório que será colocado no próximo ano na superfície do planeta para buscar sinais de vida, anunciou nesta sexta-feira a agência espacial americana.

O Curiosity, que custou 2,5 bilhões de dólares, explorará a cratera Gale. Nesse local, onde existe uma montanha, os cientistas estudarão a argila e os depósitos de sulfato situados em vários níveis de altitude.

“Os cientistas escolheram a Gale para continuar com seus ambiciosos objetivos dentro desta nova missão”, anunciou Jim Green, diretor da divisão da NASA encarregada do estudo de planetas, com sede em Washington.

“O local oferece uma paisagem visualmente espetacular, mas também um grande potencial de descobertas científicas importantes”, acrescentou.

Os pesquisadores não esperam que o rover – cujo nome oficial é Mars Science Laboratory (MSL) – descubra seres vivos e sim sinais de demonstrem que, nas profundidades desse local existiu vida microbiana e água.

A NASA, que já enviou dois rovers – Spirit e Opportunity – para explorar a superfície de Marte, espera enviar uma missão com tripulação antes de 2030.

O lançamento do Curiosity está previsto para o fim do ano e sua chegada ao Planeta Vermelho programada para agosto de 2012.

O anúncio do destino exato do Curiosity chega 35 anos depois da primeira aterrissagem de uma máquina em Marte, a sonda Viking 1, em março de 1976.