Laboratório Sabin compra o concorrente Cetel

O laboratório Sabin, quinto maior grupo de medicina diagnóstica do país, compro o controle do concorrente Cetel

O laboratório Sabin, quinto maior grupo de medicina diagnóstica do país, acaba de realizar sua terceira aquisição neste ano.

A empresa comprou o controle do concorrente Cetel, que fatura 12 milhões de reais ao ano.

O bioquímico Ricardo Moita, filho do fundador Paulo Roberto Moita, e a bioquímica Audrey de Souza Marquez permanecem na gestão do Cetel, como acionistas minoritários.

Com a aquisição, o Sabin alcança as cinco regiões do país ao começar a atender na região Sul, nas 12 unidades do Cetel em Londrina, Paraná.

E pretende investir 10 milhões de reais nos próximos dois anos para abrir mais unidades de atendimento na região.

O grupo Sabin planeja crescer 30% em 2016.