Homer Simpson quase descobriu Bóson de Higgs antes de todos

Uma década antes da descoberta da Partícula de Deus, que mobilizou a comunidade científica, Homer Simpson quase descobriu a massa do elemento

A descoberta do Bóson de Higgs – conhecido também como a Partícula de Deus – mobilizou a comunidade científica entre 2011 e 2013.

Mas mais de uma década antes, Homer Simpson quase descobriu a massa do elemento antes de todos os estudiosos.

O feito se deu no episódio “The Wizard of Evergreen Terrace”, que foi ao ar nos EUA em 1998 e mostra o protagonista de Os Simpsons tentando virar um inventor.

Enquanto pensa em produtos para criar, o personagem escreve na lousa uma complexa fórmula – que por acaso prevê a massa do Bóson de Higgs, algo que só foi definido 14 anos depois.

A informação foi dada pelo escritor e cientista Simon Singh, que escreveu o livro The Simpsons and their Mathematical Secrets (ou “Os Simpsons e seus Segredos Matemáticos”, ainda não lançado no Brasil).

A obra foi lançada em 2013, mas tanto ela quanto o autor foram “resgatados” nesta semana pelo jornal The Independent.

“Se você desenvolver a equação, você chega a uma massa do Bóson de Higgs que é apenas um pouco maior do que a nano-massa que o Bóson de Higgs realmente tem”, disse Singh à reportagem.

“É meio impressionante como Homer fez essa previsão 14 anos antes de ela ser descoberta”, completou o escritor, que vê Os Simpsons como a série de TV “mais matemática da história do horário nobre da televisão”.

A existência do Bóson de Higgs foi confirmada em simulações feitas no Grande Colisor de Hádrons (LHC), e a partícula é importantíssima porque comprova a teoria do Modelo Padrão de partículas fundamentais – os bósons e os férmions.

Os férmions constituem a matéria, enquanto os bósons transmitem as forças – a massa de cada partícula, no caso do Higgs.