Feito de ouro e carbono, Oktupus Moon indica fases da lua

O novo relógio da linha vem com uma pulseira preta em borracha com fecho de titânio, que também pode ser trocada por outras 20 opções de pulseiras

São Paulo — A linha Oktopus Moon, da relojoaria Linde Werdelin, tem ganhado cada vez mais desdobramentos. A mais recente versão do relógio combina dois materiais bastante diferentes: o ouro rosa e carbono 3DTP. A indicação de fases da lua com sua imagem fotorrealista foi mantida, mas a peça ganha um visual inovador.

O clássico modelo de ouro, com a inserção do carbono em sua caixa, o eleva de um clássico, quase social, para também um relógio esportivo. As especificações técnicas do modelo foram mantidas, como a caixa de 44 x 46 mm.

Para entregar um efeito tridimensional, o mostrador é construído em cinco camadas distintas. Lá, ele apresenta indicação arábica para as 12, 3 e 9 horas. A posição de 6 horas é reservada para a indicação de fases da lua.

Os dados são entregues pelo movimento (sem informação de origem), com uma complicação de fases da lua desenvolvida pela própria Linde Werdelin. A peça proporciona 42 horas de reserva de energia.

Além da mistura de materiais na caixa, as cinco camadas do mostrador são elaboradas em ouro rosa e titânio, com inserção de material luminescente nos algarismos e ponteiros.

A peça recebe finalização por uma pulseira preta elaborada em borracha com fecho de titânio, mas pode ser facilmente trocada por outras 20 opções de pulseiras. Cada uma delas custa entre 400 e 900 Francos Suíços. Já o relógio tem um valor sugerido de 35 mil Francos Suíços, sem a adição de impostos e taxas.

A marca não conta com revenda oficial no Brasil, mas a venda dos modelos está disponível online.