Esse ano pode ser o mais quente já registrado, diz OMM

Junho marcou o 14° mês consecutivo de calor recorde em terra e oceanos, informou a agência da Organização das Nações Unidas (ONU)

Genebra – O mundo caminha para viver em 2016 o ano mais quente já registrado, e os níveis de dióxido de carbono alcançaram novos índices máximos, impulsionando ainda mais o aquecimento global, informou nesta quinta-feira a Organização Mundial Meteorológica (OMM).

Junho marcou o 14° mês consecutivo de calor recorde em terra e oceanos, informou a agência da Organização das Nações Unidas (ONU).

A agência pediu rápida implementação de um acordo feito em dezembro para limitar as mudanças climáticas, com uma mudança de combustíveis fósseis para alternativas mais limpas até 2100.

O evento climático El Niño no oceano Pacífico, fenômeno associado a extremas secas, tempestades e enchentes, “desapareceu”, informou a OMM em comunicado.