Egito irá recuperar 135 peças antigas levadas para os EUA

Todas as antiguidades foram tiradas do Egito através de escavações ilegais e contrabandeadas para os Estados Unidos

Cairo – O Egito irá recuperar 135 peças antigas que pertencem ao Período Tardio (724-343 a.C.) e que foram levadas de forma ilegal para os Estados Unidos, informou nesta quinta-feira em comunicado o Ministério egípcio das Relações Exteriores.

Entre essas antiguidades estão vários ataúdes de madeira, duas pedras escupildas, estátuas, exemplos de embarcações, uma seleção de 99 moedas e a mão de uma múmia, segundo a nota do ministério egípcio.

Está previsto que as peças cheguem ao Egito no final deste mês depois que as autoridades de Los Angeles (EUA), que as confiscaram de supostos contrabandistas, as entreguem à Embaixada egípcia em Washington.

Segundo o comunicado, a legação diplomática nos Estados Unidos recebeu também 12 estátuas ushebti, pequenas figuras que eram colocadas nas câmaras funerárias, que serão também transferidas ao Cairo.

Essas antiguidades foram tiradas do Egito através de escavações ilegais.

As autoridades egípcias recuperaram centenas de peças nos últimos meses, dentro de uma intensa campanha mundial que inclui uma estrita vigilância das ofertas das casas de leilões, com o objetivo de impedir a venda de antiguidades egípcias que foram roubadas e levadas pelos contrabandistas.