Cometa passará perto da Terra em 1º de abril — e não é mentira

Cometa poderá ser visto no hemisfério norte com binóculos ou telescópio

São Paulo — Um cometa passará perto da Terra em 1º de abril deste ano.

Detectado pela primeira vez em 1858, o cometa chamado 41P/Tuttle-Giacobini-Kresak estará a apenas 21,24 milhões de kms de distância do nosso planeta. Apesar da passagem do astro ser segura, esta será a menor distância da Terra já registrada em sua trajetória.

O cometa dá a volta no sol a cada cinco anos e meio, ou seja, seu deslocamento é mais lento do que o do nosso planeta. Ele faz parte de um grupo chamado cometas de Júpiter, já que foi capturado pela gravidade do gigante gasoso e tem sua rota entre o sol e o planeta.

Com 1,4 km de diâmetro, o astro em questão não é muito brilhante, mas ele pode ter luz acima da média neste ano devido a sua aproximação ao sol. Com isso, avistá-lo poderá ser mais fácil. O porém: ele terá visibilidade no hemisfério Norte. Lá, binóculos ou um telescópio podem ser usados para observação às 20h30 (EDT, 19h30 no horário de Brasília).