Brasil terá dois eclipses solares em 2017

Só pena que os dois serão parciais. Já quem estiver nos EUA ou Argentina verá o espetáculo completo.

O Sol vai desaparecer dia 26 de fevereiro. Mas só o sul da Argentina e do Chile, mais Angola, Congo e Zâmbia na África serão agraciados com um eclipse total sobre suas cabeças.

E a sorte deles é maior do que parece: esse será um raro eclipse anular, igual o da imagem em cima, com a a Lua encobrindo o Sol todo, menos as bordas, deixando um “anel de fogo” no céu– “de fogo” entre aspas, claro, já que não tem fogo no Sol, o que a gente vê ali é energia nuclear pura, a céu aberto. Eis a rota do glorioso eclipse anular:

screen-shot-2017-01-11-at-3-23-05-pm

Sim, ele não vai “passar” pelo Brasil. Mas os residentes da pátria amada poderão ter uma palhinha. Lá pelas 10h da manhã do dia 26, a maior parte dos brasileiros conseguirá ver pelo menos um pedacinho do Sol desaparecer momentaneamente. Quanto mais ao Sul você estiver, menos parcial será o eclipse.

Depois dessa, o Sol fica preto de novo no dia 21 agosto. A versão total desse eclipse vai acontecer longe do Brasil, mas a vantagem agora será de quem mora no norte e no nordeste – esses conseguirão ver uma boa parcial do fenômeno. Quem se deu bem mesmo foram os americanos. O eclipse total vai atravessar TODO o território dos Estados Unidos. Haja rabo:

screen-shot-2017-01-11-at-5-34-41-pm

Bom, se você estava planejando uma viagem para os EUA ou para a Patagônia neste ano, mas ainda não sabia qual seria a melhor a data, agora já sabe.

Texto publicado originalmente no portal Superinteressante.