Balão espacial levará turistas a 30 quilômetros de altura

A viagem inaugural está prevista para começar em 2016 e deve custar 75 mil dólares por pessoa

São Paulo – A corrida pelo turismo espacial está cada vez mais quente. A empresa World View Enterprises concluiu com sucesso o primeiro voo de teste em pequena escala de um balão de gás hélio que levará turistas para ver a Terra de longe do solo.

O voo aconteceu em Roswell, Novo México (Estados Unidos). O teste durou cinco horas e quebrou o recorde de altitude nessa categoria de voos. A viagem inaugural está prevista para começar em 2016.

O sistema tem um balão semelhante ao usado para levar o austríaco Felix Baumgartner ao salto que o fez bater um recorde em 2012 ao romper a velocidade do som em queda livre.

“Os passageiros estarão entre um limitado número de pessoas que verão a curvatura terrestre e terão uma vista surpreendente do planeta, da escuridão do espaço, da luminosidade das estrelas e do véu final da atmosfera que envolve a Terra”, diz a World View em comunicado.

O balão levantará uma cápsula capaz de carregar seis passageiros e dois tripulantes a 30 quilômetros de altura por cerca de duas horas. A cápsula será grande o suficiente para os passageiros caminharem no local, terá Wi-Fi e um bar.

Depois de atingir a altura máxima, o bolão será desinflado. A descida deve levar mais duas horas. A viagem deve custar 75 mil dólares por pessoa.

Mas vale lembrar que, teoricamente, o espaço começa a partir dos 100 quilômetros, uma altitude a partir da qual um voo aerodinâmico não é possível

Com isso, a World View concorrerá com a Virgin Galatic, do milionário Richard Branson. Ele planeja fazer o primeiro voo espacial turístico da empresa ainda este ano. A diferença está no valor da passagem, que no casa da Virgin custará 250 mil dólares por pessoa.

Veja abaixo um vídeo que ilustra a viagem no bolão da World View:

//www.youtube.com/embed/95x6V5SWoW0