Quer alavancar seu desempenho? Escolha bem quem senta ao seu lado

Novo estudo indica que os seus companheiros de baia têm impacto significativo sobre a produtividade, eficácia e qualidade das suas entregas

São Paulo — Para trabalhar mais e melhor, muita gente aposta em recursos tão diversos quanto técnicas de meditação e apps que impulsionam a produtividadeMas existe uma solução muito mais simples e barata pra alavancar o seu rendimento: sentar-se perto de alguém mais eficiente do que você.

Essa é a conclusão de um estudo de Jason Corsello, diretor da empresa de tecnologia Cornerstone OnDemand, e Dylan Minor, professor da Kellogg School of Management, divulgado recentemente pelo site da Harvard Business Review.

Os pesquisadores analisaram o desempenho de 2 mil profissionais de uma mesma empresa ao longo de dois anos. Sua descoberta foi a de que os companheiros de baia têm impacto significativo sobre a produtividade e a qualidade das entregas de um funcionário.

Substituir um profissional mediano por outro duas vezes mais produtivo aumenta em cerca de 10% a eficiência dos colegas que sentam perto dele.

Opostos que se completam
Para aferir melhor o poder dessa variável, os pesquisadores dividiram os trabalhadores em três categorias: produtivos (completam as tarefas rapidamente, mas com baixa qualidade), qualitativos (têm entregas de alto nível, mas trabalham devagar) e generalistas (apresentam velocidade e qualidade em grau mediano).

O experimento demonstrou que a configuração ideal do escritório deixa trabalhadores produtivos e qualitativos lado a lado.

Um ajuda o outro a contornar sua fraqueza: o qualitativo tenta trabalhar tão rápido quanto o produtivo, e o produtivo se esforça para entregar resultados tão bons quanto os do qualitativo.

A aproximação desses dois perfis complementares trouxe para a equipe um aumento de 13% em produtividade e um crescimento de 17% em eficácia na resolução de tarefas.

Um detalhe interessante é que, do ponto de vista de um produtivo, de nada adianta se sentar ao lado de outro produtivo para alavancar ainda mais a sua rapidez para entregar resultados.

“Trabalhadores que já eram fortes em algum aspecto (qualidade ou velocidade) não se mostraram sensíveis à influência de um companheiro nesse mesmo aspecto”, escrevem os pesquisadores na HBR.

Em outras palavras, você só será sensível à “contaminação” de um colega se ele tiver uma força que você ainda não tem. Usar o truque dos lugares não vai incrementar ainda mais a produtividade de alguém que já é produtivo.

Causas e consequências
De acordo com os pesquisadores, é impossível determinar com precisão o motivo desse fenômeno. Porém, eles descartam hipótese de que um profissional “aprende” com o outro — esse processo demandaria muito tempo, e o efeito observado no experimento foi imediato.

O mais provável, dizem eles, é que sentar-se ao lado de um profissional de alto desempenho provoca uma combinação de inspiração e/ou pressão social para imitá-lo.

Quaisquer que sejam as razões, as consequências valem a pena. Segundo Corsello e Minor, a estratégia pode render cerca de 1 milhão de dólares em lucros anuais para uma empresa de 2 mil funcionários. Tudo isso sem investir nenhum centavo a mais — basta contar com um bom mapa de assentos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Andréa Ferracini

    Inglês fluente ou avançado abre muitas portas de oportunidades profissionais, de viagens e de lazer! Hoje existem muitos recursos para se aprender a língua, principalmente pela internet. Depois de muita pesquisa encontrei algumas boas dicas, como esse vídeo no youtube (https://youtu.be/fMoaYyAddh0) que revela 10 segredos fantásticos para se aprender inglês! Sensacional! O melhor que já vi!