Não sabe quanto cobrar por freela? Esta calculadora ajuda

Ferramenta informa quanto você deve cobrar por hora de trabalho. Veja também quanto cobram profissionais de 8 áreas

São Paulo – Muita gente tem dificuldade na hora de colocar preço em seu próprio trabalho. Uma calculadora virtual acaba de ser lançada pela Workana, plataforma que conecta freelancers e empresas, e promete ajudar na precificação.

Vale lembrar que cobrar um preço justo (para você e para a empresa) é uma das regras que um freelancer de sucesso nunca deve quebrar, segundo disse o co-fundador da Workana, Tomas O’Farrell, em entrevista recente a Exame.com.

Desenvolvida em parceria com um grupo profissionais que prestam serviço como freelancers, a Calculadora Freela leva em conta diversas variáveis para informar ao usuário quanto ele deve cobrar.

Remuneração mensal projetada pelo freelancer, seus custos estruturais (aluguel, internet, telefone, material de trabalho, softwares, serviços terceirizados e impostos) e tempo disponível são as informações necessárias para o cálculo da hora de trabalho. Troca de computador a cada dois anos e a poupança necessária para tempos de “vacas magras” são outras variáveis levadas em conta, assim como custos de vida como seguro saúde, por exemplo.

 Após o cálculo, a ferramenta também mostra valores médios cobrados por freelancers em algumas áreas e categorias dentro da plataforma Workana, que tem 400 mil profissionais cadastrados. Confira na tabela a variação no preço da hora de trabalho de freelancers de oito áreas:

Área de trabalho Variação da hora de trabalho
TI e programação De 29 reais a 122 reais
Design e multimídia De 23 reais a 113 reais
Tradução e conteúdos De 20 reais a 58 reais
Marketing e vendas De 26 reais e 97 reais
Suporte administrativo De 23 reais a 55 reais
Engenharia e manufatura De 33 reais a 116 reais
Finanças e Administração De 29 reais a 97 reais
Legal De 49 reais a 106 reais