Prepare-se para as pesquisas das Melhores Empresas de 2017

Veja quais são as novidades e as etapas das pesquisas de clima mais completas e criteriosas do país: As 150 Melhores Empresas para Você Trabalhar e As Melhores Empresas Para Começar a Carreira

A pesquisa VOCÊ S/A  – As 150 Melhores Empresas para Você Trabalhar (MEPT) nasceu em 1997 com a missão de valorizar as empresas que melhor cuidam de seus colaboradores. Esse trabalho é baseado em uma metodologia que foi se aperfeiçoando ao longo dos anos, tornando-se mais abrangente, crítica e rigorosa quando ganhou a parceria da Fundação Instituto de Administração (FIA), em 2006. Hoje, o Guia é a melhor e mais criteriosa pesquisa de clima organizacional do país. Em 2016, contou com 348 empresas inscritas. 

E a pesquisa VOCÊ S/A – As Melhores Empresas para Começar a Carreira (MECC) surgiu em 2011 e é destinada aos profissionais de até 26 anos de idade (nascidos a partir de 1991). É a primeira, e a única, pesquisa no mundo que busca entender quais são as expectativas dos jovens que estão iniciando sua trajetória no mercado de trabalho. Também é o primeiro estudo que mapeia o que as companhias oferecem, de fato, para apoiar a moçada nessa importante etapa da vida.

Com nossas pesquisas, que são totalmente gratuitas, as empresas têm uma avaliação completa do clima organizacional e de suas práticas de recursos humanos. 

Neste ano, unificamos os processos de MEPT e MECC, O objetivo é deixar o processo mais ágil para as companhias participantes, que terão, ao optarem por participar das duas pesquisas, uma visão completa sobre seu clima organizacional. 

As inscrições acontecem de 6 de fevereiro a 10 de abril de 2017

(em breve, informaremos o site para você inscrever sua empresa) 

ATENÇÃO: diferentemente dos anos anteriores, a data para finalizar os questionários não é mais contada a partir da data de inscrição de cada empresa. Por isso, quanto antes sua empresa se inscrever, mais tempo terá para rodar a pesquisa internamente. As empresas terão, impreterivelmente, até dia 28 de abril para finalizar todo o processo

Quem pode participar 

Pesquisa MEPT: empresas privadas, instituições públicas, organizações sem fins lucrativos e cooperativas que tenham no mínimo 100 funcionários CLT e operem no mercado brasileiro e/ou internacional há pelo menos três anos.

Pesquisa MECC: empresas privadas, instituições públicas, organizações sem fins lucrativos e cooperativas que tenham no mínimo 100 funcionários CLT, operem no mercado brasileiro e/ou internacional há pelo menos três anos. É preciso também ter um número mínimo de jovens no quadro de colaboradores: 

Empresas com quadros de até 500 funcionários: mínimo de 50 jovens no quadro de colaboradores. 

Empresas com quadros a partir de 501 funcionários: mínimo de 10% de jovens no quadro de colaboradores. 

Custo 

A participação é totalmente gratuita.

Benefícios 

Ao final do processo, as empresas que cumpriram todas as etapas da pesquisa e que atingiram, pelo menos, 90% de amostra mínima de respondentes recebem o Sumário Executivo Online — também sem custo. No sistema, é feita a comparação da empresa com as melhores empresas. Além do Sumário Executivo, as empresas podem adquirir o Relatório de Benchmarking das 150 Melhores Empresas 2017/2018, Relatório de Análise das Práticas de Gestão de Pessoas, Sistema FIA-MEPT com dados detalhados de clima organizacional da organização e Apresentação de Resultados. 

NOVIDADES DE 2017 

Confira a seguir quais são as principais novidades das pesquisas. 

Fim dos cartões ópticos 

Diferentemente dos anos anteriores, na pesquisa MEPT este ano não há mais a opção de fazer a pesquisa via cartões ópticos. Agora, como já acontecia no processo da MECC, todos os questionários terão que ser respondidos online. 

As empresas em que os colaboradores não têm acesso a computadores no dia a dia de trabalho podem montar uma sala com computadores que deem acesso às pesquisas – desde que a sala seja afastada da diretoria e do departamento de RH; que não exista uma lista de controle dos funcionários que responderam às pesquisas e que o apoio técnico não seja dado por um funcionário do RH – é permitida que a área de tecnologia da empresa auxilie nesse processo. E é preciso deixar claro aos colaboradores que eles podem acessar as pesquisas de qualquer computador ou celular com acesso à internet. 

Eliminação do Caderno (ou Book) de Evidências

Não será mais necessário preencher e enviar o caderno de evidências para a redação da VOCÊ S/A, algo que era necessário para a pesquisa MEPT. Todas as informações que constavam no documento serão incorporadas ao Questionário da Empresa, respondido de forma online. 

Tempo de existência da empresa e número de funcionários 

Em vez de cinco anos, as empresas precisarão ter no mínimo três anos de existência no Brasil ou exterior. E o número mínimo de funcionários será de 100 colaboradores, tanto para MEPT quanto para MECC. 

Cartas-senhas unificadas 

As cartas-senhas também serão unificadas e valerão tanto para MECC, quanto para MEPT. A diferenciação das pesquisas se dará durante o preenchimento dos questionários – tanto o da empresa, quanto o do funcionário.

No caso da empresa, haverá perguntas específicas para jovens caso a companhia opte por participar apenas da MECC ou opte por participar de MECC e MEPT simultaneamente. 

No caso dos funcionários, quando a empresa optar por participar da pesquisa MECC, os colaboradores informarão a data de nascimento e aqueles que se encaixarem na faixa etária pesquisada (nascidos a partir de 1991) responderão perguntas específicas para jovens que serão carregadas. 

As companhias que quiserem, poderão enviar um portador à Editora Abril (Av. das Nações Unidas, 7221, 18º andar) para buscar os lotes de senhas. O atendimento será de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h. 

Visitas dos jornalistas com maior tempo de duração  

Se a empresa passar para a etapa final das pesquisas MEPT e MECC, a visita dos jornalistas, terá que se preparar para organizar quatro reuniões na sequência e no mesmo dia. 

1ª reunião – Funcionários com cargos operacionais (duração aproximada de 1 hora) 

2ª reunião – Funcionários com cargos gerenciais (duração aproximada de 1 hora)

3ª reunião – Jovens nascidos a partir de 1991 (duração aproximada de 1 hora)

4ª reunião – Principal executivo de RH (duração aproximada de 1h30min) 

Sumário Executivo Online 

As empresas que participarem das pesquisas – de uma ou das duas – receberão acesso ao Sumário Executivo Online, um relatório de benchmark preparado pela FIA com todas as métricas de cada companhia em relação às médias das Melhores. Este relatório é gratuito, disponível para as empresas que completam todas as etapas das pesquisas, independentemente da classificação, e enviado antes da publicação dos Guias para a área de RH. 

ETAPAS DAS PESQUISAS 

1. Inscrições

As inscrições são gratuitas. Começam em 6 de fevereiro e vão até 10 de abril de 2017. As empresas terão até 28 de abril para cumprir todas as etapas das pesquisas. 

2. Preenchimento dos questionários

Os funcionários são escolhidos aleatoriamente pela equipe da VOCÊ S/A para responder a um questionário sobre o clima organizacional da empresa. Ao mesmo tempo, o responsável pelo RH preenche outro questionário, no qual assinala as práticas e de gestão de pessoas e as descreve em um espaço devidamente identificado no sistema. Este ano, todas as companhias participantes terão até 29 de abril para finalizar todo o processo das pesquisas.

3. Pré-classificação

Os questionários são processados pela Editora Abril. A partir daí, são definidas as empresas pré-classificadas (aquelas que atingirem um mínimo de respostas de acordo com o número de funcionários), e a nota de corte da pesquisa do ano (tanto para os índices de ambiente de trabalho quanto para o índice alcançado pelo questionário da empresa).

4. Visita do jornalista

É um dos grandes diferenciais das pesquisas da VOCÊ S/A. Entre os meses de junho e julho, os jornalistas da revista viajam por todo o país para falar com os funcionários do nível operacional e gerencial e entrevistar os profissionais de RH. Também haverá uma reunião com os funcionários de até 26 anos (nascidos a partir de 1991), para as empresas que se inscrevem na Melhores para Começar a Carreira. Essa visita compõe a nota final e pode eliminar a empresa, caso sejam detectados fatos que contrariem os dados obtidos no questionário dos funcionários e da empresa.

5. Reunião de consenso

Em agosto, os jornalistas da VOCÊ S/A e a equipe da Fundação Instituto de Administração (FIA) comparam os dados da pesquisa com a percepção das visitas. Nessa reunião, são definidas a lista das 150 melhores empresas e o ranking das melhores empresas para começar a carreira.

6. Preparação editorial

Até o final de setembro, os materiais editoriais dos Guias das Melhores Empresas são preparados. São mais de 250 páginas de reportagens sobre as melhores empresas para se trabalhar, apresentadas de acordo com o setor de atuação, e sobre as que mais se destacam na gestão de jovens profissionais. Ganham destaques a empresa revelação (aquela que, entre as estreantes, recebeu a maior nota geral), as melhores em cada setor da economia e as que são destaques em categorias de gestão de pessoas.

7. Premiações

Os Guias serão divulgados em datas diferentes. O MEPT será lançado em setembro e o MECC, em outubro. 

As empresas campeãs dos setores e os destaques em categorias, premiações da pesquisa MEPT, são comunicadas antes da festa de premiação. A mesma comunicação é feita para a Empresa do Ano. A Melhor para Jovens também é comunicada antes da publicação do Guia. 

8. Sumário Executivo

Trata-se de um relatório de dados preparado pela equipe dos professores Joel Dutra e André Fischer juntamente com a equipe da FIA (Fundação Instituto de Administração) que é uma espécie de diagnóstico do desempenho da empresa em relação às outras participantes. É totalmente gratuito e é acessado por meio de um sistema de dados disponível a todas as empresas que participarem das duas pesquisas, mesmo as que não entraram na lista das 150 e no ranking das melhores para jovens – desde que seus funcionários tenham respondido a um número de questionários (determinado de acordo com o total de funcionários da organização), e que a empresa tenha preenchido completamente o questionário. O Sumário é entregue de forma eletrônica para o presidente e o principal executivo de recursos humanos, em português.