Por que você deveria parar de contar piadas no trabalho – ou não

Contar uma piada pode te levar desde uma melhora de salário até a perda de reputação no trabalho

Toda piada é uma aposta. Você pode se dar bem e ganhar a atenção de todos na mesa de bar ou no almoço da firma. Pode até conseguir melhorar seu salário com uma história besta e engraçada. Mas a verdade é que uma piada ruim pode arruinar sua reputação no trabalho.

Foi o que pesquisadores descobriram ao recrutar 457 pessoas para um estudo. Todos eles tiveram a missão de avaliar nove piadas diferentes – diziam se eram engraçadas e próprias ou não para o ambiente de trabalho.

Com essas informações em mãos, os psicólogos decidiram testar como essas mesmas piadas afetam a imagem dos funcionários. Eles criaram uma empresa falsa de atendimento ao consumidor e gravaram áudios com algumas situações– todas não passavam de encenação, claro.Voluntários foram convidados para avaliar esses trabalhadores.

Primeiro, eles escutavam uma conversa normal dos funcionários, sem piada qualquer, e julgavam quão confiantes eles pareciam. Em um segundo momento, eles ouviam a história narrada pela pessoa e, mais uma vez, avaliavam a personalidade deles.

Em geral, quando a história era mesmo engraçada, os funcionários só ganhavam: pareciam ainda mais confiantes e simpáticos.

Quando a piada era ruim, a impressão não era das piores – não perdiam pontos, mas também não ganhavam. O problema mesmo eram as piadas impróprias para o trabalho. Estas, sim, abaixam e muito o moral dos piadistas com seus colegas: passam a ser vistos como menos competentes e inseguro.

“O humor é sempre um risco e desempenha um papel importante na percepção das relações interpessoais e na hierarquia dentro dos grupos”, concluem os pesquisadores. Por via das dúvidas, é sempre melhor pensar duas vezes antes de lançar uma piada no escritório.

Este conteúdo foi originalmente publicado na Superinteressante.