Aguarde...

Currículo | 30/06/2010 10:25

Saiba como elaborar um bom currículo em inglês

Oportunidades no mercado de trabalho internacional pedem um currículo mais conciso, porém contextualizado; confira o modelo

Vista da Ilha de Manhattan, onde fica o centro financeiro de Nova York: um currículo bem feito pode ser o passaporte para uma oportunidade nos Estados Unidos

Vista da Ilha de Manhattan, onde fica o centro financeiro de Nova York: um currículo bem feito pode ser o passaporte para uma oportunidade nos Estados Unidos

 

São Paulo -- Surgiu uma oportunidade de emprego em uma empresa estrangeira e, para se candidatar, você precisa enviar um currículo em inglês. A sua primeira reação é adaptar seu currículo em português com o auxílio de uma ferramenta de tradução da internet? Cartão vermelho.

"Fazer um currículo do inglês não é um trabalho de tradução", afirma Carol Olival Trovó, diretora pedagógica do Wall Street Institute. "A orientação de currículo é diferente".

Além de mais objetivo e curto, o currículo feito sob medida para empresas estrangeiras deve ser mais focado nos resultados. Por outro lado, para que o recrutador entenda seu perfil profissional, é preciso também contextualizar algumas informações - como incluir uma breve descrição da importância das companhias nacionais em que você trabalhou.

Confira o modelo de currículo em inglês e os sete passos para elaborá-lo: 

1.    Informações Pessoais
Seja em inglês, em português ou em outro idioma, currículo bom precisa ter informações objetivas. Então, nada de rodeios na hora de elaborá-lo.

Essa lógica já deve estar presente no campo de informações pessoais. Por isso, não é necessário incluir número de documentos, endereço ou mesmo uma foto do candidato. Segundo Carol,  basta informar  o nome completo, telefone e e-mail para contato.

2.    Objetivo
Nesse ponto, não vale ser pós-moderno e plural. Defina claramente a posição para a qual você está se candidatando. Não ultrapasse uma linha.

3.    Resumo
Em quatro linhas, apresente-se para o recrutador. Aponte suas principais realizações e habilidades coerentes com a oportunidade em questão.

4.    Competências
Para os candidatos mais seguros, a dica é listar suas principais características no campo Core Competencies.

Escreva no máximo seis aspectos do seu perfil profissional que sejam relevantes para o processo seletivo em questão. Mas lembre-se: não basta jogar adjetivos vazios nesse espaço. Você precisa ter dados e fatos suficientes para justificá-los na hora da entrevista.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados