* Respondido por Diogo Arrais, professor de língua portuguesa do Damásio Educacional

Em meio a tantas cantoras, uma, finada, deixou saudade: Amy Jade Winehouse. Infelizmente, entre doses e doses, a overdose trouxe a sentença: Amy Over! Naquele fatídico dia 23 de julho de 2011, o noticiário estampou:

“Amy Winehouse morre de overdose de drogas!”

Opa! Será que o responsável pelo “overdose de drogas” não merece uma reabilitação numa Clínica de Redação? Não seria pleonasmo vicioso (literalmente um vício) a expressão “overdose de drogas”?

O termo PLEONASMO, em primeiro plano, na visão do dicionário Houaiss, significa redundância de termos no âmbito das palavras, mas de emprego legítimo em certos casos, pois confere maior vigor ao que está sendo expresso. Vejamos um clássico caso:

"Aquela cantora, revelação da tevê, é uma menina mulher"

É! Apesar de haver dois termos femininos repetidos, a expressão mulher confere maturidade à menina. Foi menina adulta, madura!

"Juro! Vi com estes meus olhos a apresentação dela no Rio de Janeiro!"

O verbo ver e a palavra olhos relacionam-se, repetitivamente, à visão. Como a expressão imprime importância ao espetáculo, alguém realmente viu com os olhos.

Em segundo plano, para o mesmo dicionário, PLEONASMO significa excesso de palavras para emitir enunciado que não chega a ser claramente expresso; qualidade do que vai além da suficiência; superfluidade, excesso, inutilidade. Fique embriagado com estas viciosas doses pleonásticas:

"Amy foi o elo de ligação ente o Pop e o Cult"
Hic! Hic! Não soluce! Todo elo liga!

"Parentes e amigos da cantora participam do cortejo fúnebre de sua morte"
Hic! Hic! Fúnebre já é mortal!

A nossa saideira envolve o “overdose de drogas”. Envolvendo a palavra MORTE - por questões sóbrias, de abstemia -, ficaria assim a manchete do tal noticiário:

"Amy Winehouse morre de overdose!"
Aqui se percebe a relação direta com a dose excessiva de tóxico, indiscutivelmente.

Por um outro ponto, não havendo a expressão MORTE e usando OVERDOSE em sentido figurado, podemos sim fazer o uso de superdoses e suas especificações:

'Amy Jade Winehouse deixa, para sempre, uma overdose de canções e timbres"

Amy, sucesso e afinação são sinônimos e eternos pleonasmos!

Um abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

Diogo Arrais
 
Diogo Arrais
@diogoarrais
Professor de Língua Portuguesa – Damásio Educacional
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Tópicos: Dicas de Português, Gramática