No dia a dia é comum compartilharmos nossas experiências de trabalho em reuniões com os amigos e com a família. Ontem mesmo, no elevador, após ouvir claramente um comentário com esta expressão tão comum, pensei: dia a dia se escreve com ou sem hífen? Será que estamos atentos à escrita desta locução? Vamos entender melhor o uso, que é tão corriqueiro.

As expressões dia a dia e dia-a-dia, antes do Novo Acordo Ortográfico, eram diferenciadas pelo uso do hífen para destacar funções diferentes, logo: quando tinha função de substantivo, ou seja, sentido de cotidiano (usava-se hífen); quando tinha função de advérbio, ou seja, sentido de diariamente (usava-se sem hífen).

Exemplos:
O dia-a-dia do profissional do mundo corporativo é muito estressante. (substantivo)
Convivemos com muitos conflitos dia a dia na esfera corporativa. (advérbio)

Depois do Novo Acordo Ortográfico, temos a simplificação da utilização desta locução, conforme expressa a regra:

As palavras compostas que possuem entre seus termos um elemento de ligação (representado por uma preposição, artigo ou pronome) já não mais requerem o emprego do hífen. Além da expressão em estudo (dia a dia), há ainda outras, como: pé de moleque, lua de mel, carne de sol, fim de semana, etc.

Então, vejamos com os exemplos abaixo, como orações de sentidos diferentes devem ser expressas:

Verifique o dia a dia de sua gestão e certamente você terá mais aliados. (substantivo).
A equipe melhora dia a dia os seus resultados! (advérbio).

Bem mais fácil, não?


 

Reinaldo Passadori

Reinaldo Passadori é CEO e fundador do Instituto Passadori – Educação Corporativa

Tópicos: Dicas de Português, Gramática