Vagas pelo continente

São Paulo - O mundo está cada vez mais "carente" de profissionais qualificados para algumas atividades - principalmente no continente americano.

Essa é a conclusão da 9ª edição de uma pesquisa sobre escassez de talentos realizada pelo Manpower Group. O levantamento teve a participação mais de 37 mil empregadores em 42 países.

Em 2014, a média global de falta de talentos foi de 36%, a maior desde 2007, quando chegou a 41%. Entre os profissionais com ensino superior mais demandados estão engenheiros, profissionais de finanças e gerentes de vendas.

Entretanto, dominam o ranking profissionais como técnicos, motoristas, operários e trabalhadores de ofício manual, isto é,  autônomos especializados como sapateiros, eletricistas, pedreiros e costureiros. 

Certos países americanos estão entre os mais afetados pelo quadro, segundo o estudo. Peru, Argentina e Brasil estão entre os cinco que mais sofrem com a situação, com índices de escassez de 67%, 63% e 63%, respectivamente.

Nas Américas, os principais motivos atribuídos a essa ausência são falta de competências técnicas e habilidades mensuráveis (34%), falta de experiência (29%) e falta de candidatos disponíveis (25%).

Confira a galeria completa com os 10 profissionais mais buscados em 10 países americanos:

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Engenharia, Oportunidades profissionais, Profissões