São Paulo – Com metade dos votos, a ignorância a respeito dos negócios, cultura e perfil da empresa em questão é, de longe, o pior deslize me uma entrevista, segundo os usuários do LinkedIn.

Nem só de falta de informações vivem os erros mais clássicos em uma entrevista de emprego. Falta de noção e organização do tempo também entraram para a lista. Confira:

1. Não saber muito sobre a companhia

O erro é comum, mas pode ser resolvido com uma busca no Google e um olhar atento no site da companhia.

Como evitar? Não deixe de dedicar alguns minutos para ler com atenção o site da companhia, buscar notícias recentes sobre os negócios da empresa e mercado em que ela está inserida.

Vale também checar as resenhas de funcionários postadas na rede social Glassdoor. Apesar de ainda não ser popular no Brasil, o site traz um panorama interessante sobre os bastidores de companhias espalhadas pelo globo.

2. Chegar atrasado

Por mais coerentes (ou não) que sejam as justificativas para perder a hora na entrevista de emprego, este é um erro que, de cara, já pode minar as chances de qualquer bom candidato.

Como evitar? Organize-se para chegar com, no mínimo, trinta minutos antes da entrevista. No dia anterior, cheque os trajetos possíveis, leve em conta prováveis imprevistos e investigue se fatos que atrapalham o trânsito, como obras ou eventos especiais, cruzarão o seu caminho.

3. Fazer perguntas irrelevantes

Uma boa estratégia para demonstrar interesse pela oportunidade em questão é fazer perguntas para o recrutador. Isso não significa, contudo, que você está autorizado para fazer questionamentos evasivos que só contribuem para corromper sua reputação.

Perguntar “em que negócio esta empresa atua”, por exemplo, só denuncia ignorância e despreparo. Entre outros assuntos proibidos na entrevista estão questões que coloquem o recrutador numa saia justa ou que demonstrem que você só está preocupado com dinheiro.

Como evitar? Busque o máximo de informações possíveis sobre a empresa. Elas serão úteis para você elaborar questões inteligentes e relevantes.

4. Não enviar uma nota de agradecimento

Sumir do mapa após a entrevista não é uma estratégia inteligente para quem quer se tonar inesquecível para o headhunter. Por isso, após a entrevista, vale enviar um e-mail de agradecimento ou, até mesmo, adicionar o recrutador no LinkedIn.

Como evitar? A dica básica para se tornar inesquecível para o recrutador é ser objetivo e simpático. Agradeça, mostre-se disponível e ponto. Ou seja, nada de pedidos desesperados para que ele escolha você para o emprego em questão.
 

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Comportamento, Entrevistas de emprego, Mudança de emprego, Carreira jovem