São Paulo - Alguns nomes relevantes do mundo dos negócios no Brasil e no exterior escrevem regularmente no LinkedIn sobre carreira e muitos outros assuntos. São os "influencers", na definição da própria rede social.

A pedido de EXAME.com, a empresa listou os 10 artigos escritos por influenciadores brasileiros mais lidos até agora quando o assunto é o universo profissional. A lista exclui os artigos mais populares de autoria dos usuários em geral.

O ranking, que inclui nomes como Abilio Diniz e Luiza Trajano, você confere com exclusividade a seguir, bem como a quantidade de visitas aos textos até o fechamento desta matéria:

1. "Tomar um pé na bunda foi a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida"
A apresentadora da TV Globo Ana Maria Braga relembra a dolorosa demissão que sofreu quando trabalhava como diretora comercial numa empresa. Sua conclusão é que, vista de longe, a aparente derrota trouxe mais recompensas do que perdas para sua carreira. O relato foi visualizado 201.688 vezes até o momento.

2. "Vem surpresa boa por aí"
Ricardo Amorim, CEO na RICAM Consultoria e apresentador do programa "Manhattan Connection", na GloboNews, defende uma ponto de vista inusitado: 2016 não será um ano tão ruim para a economia quanto se espera, e os anos que virão a seguir serão muito melhores. A sua explicação para a sua tese teve 138.107 visitas no LinkedIn.

3. "Crise: perigo ou oportunidade"
Abilio Diniz foi um dos brasileiros mais influentes no LinkedIn em 2015 e escreveu o segundo texto mais popular até o momento na rede social, com 43.104 visitas. Nele, o criador do grupo varejista Pão de Açúcar discute o significado e a extensão da crise econômica vivida pelo Brasil, à luz de suas próprias vivências profissionais e pessoais.

4. "Como usar a internet para reforçar seu networking"
Aqui, Luiza Helena Trajano, presidente da Magazine Luiza, oferece sua interpretação do conceito de networking e dá conselhos sobre como ampliar a sua rede de contatos em tempos de comunicação online. O artigo teve 32.236 visualizações.

5. "Cinco maneiras de matar seus sonhos"
A empreendedora Bel Pesce, fundadora da FazINOVA, descreve crenças que prejudicam a vida profissional. Neste texto, que foi visto 31.724 vezes, ela desbanca ideias como acreditar em sucesso do dia para a noite e pensar que alguém tem a resposta certa para você.

6.  "A produtificação dos serviços"
Romero Rodrigues, fundador do Buscapé, defende a tese de que quase todo serviço pode e irá virar um aplicativo para celular. Segundo ele, a internet que conhecemos foi apenas um passo para chegar à era da mobilidade. As visitas ao artigo totalizam 26.413 até o momento.

7. "Vamos trabalhar"
Neste artigo, o guru da publicidade Nizan Guanaes diz qual é a saída para a crise: trabalhar mais - e de forma mais ágil e pragmática do que nunca. O texto de Guanaes, que foi um dos brasileiros mais influentes do LinkedIn em 2015, foi lido por 25.501 pessoas.

8. "A atitude da excelência"
Vicente Falconi é sócio-fundador e presidente do conselho de administração da Falconi. Neste artigo, que teve 22.662 visualizações, ele conta uma história que viveu em sua trajetória como consultor e, com base nela, argumenta sobre como a postura mental dos executivos pode influenciar na busca por excelência.

9. "Meu pai, um dos milhares de heróis anônimos deste país"
Mentor de estratégia e inovação do Grupo NewComm, Walter Longo conta a história de vida de seu pai, descrevendo a firmeza de seus ideais e o legado ético que deixou para a família. A narrativa foi lida 19.329 vezes no LinkedIn.

10. Transformando a crise em jornada criativa
O tema da crise econômica atravessada pelo Brasil também é visitado aqui por Érico Borgo, diretor de conteúdo do Grupo Omelete. Com 18.577 visualizações, o artigo discute a importância de ter uma "ousadia calculada" em tempos difíceis para o país.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Comportamento, Dicas de Carreira, Internet, LinkedIn, Empresas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Redes sociais