São Paulo – Os salários médios anuais de alunos de MBA estão menores neste ano. É o que revela uma pesquisa realizada com estudantes de 18 países, pelo site TopMBA.com. A média de salário anual caiu em 14 países. A expectativa de aumento de salário após a obtenção do diploma também caiu entre estudantes de 9 países.

No entanto, o sonho de um vencimento mais vantajoso continua incluindo salários de 6 casas decimais para grande parte dos estudantes. De 18 nacionalidades consultadas, 13 esperam ganhar por ano salários desta ordem.

Os alunos indianos de MBA, por exemplo, esperam mais do que quadruplicar seus salários após a graduação. Russos também acreditam que terão aumento de 389% em seus rendimentos anuais após o término do curso. Confira a tabela completa:

País Salário médio em 2012 (US$) Expectativa de salário após o MBA (US$) % de alta esperada Salário médio em 2013 (US$) Expectativa de salário após o MBA (US$) % de alta esperada Diferença entre 2012 e 2013 (%)
Canadá 59.000 140.000 237% 58.000 126.000 218% -19,10%
China 35.000 128.000 369% 35.000 121.000 345% -23,60%
França 49.000 124.000 252% 42.000 98.000 235% -17,10%
Alemanha 66.000 132.000 199% 58.000 141.000 244% 45,10%
Índia 27.000 120.000 452% 24.000 112.000 469% 17,20%
Itália 37.000 103.000 280% 32.000 120.000 379% 98,80%
Japão 60.000 123.000 204% 63.000 144.000 228% 23,70%
Cazaquistão 25.000 137.000 545% 26.000 79.000 301% -244%
Malásia 32.000 101.000 317% 24.000 88.000 362% 45,20%
Nigéria 32.000 103.000 319% 21.000 80.000 381% 62,50%
Rússia 50.000 168.000 338% 37.000 144.000 389% 51,40%
Cingapura 52.000 131.000 251% 45.000 117.000 257% 5,90%
África do Sul 33.000 162.000 489% 32.000 112.000 387% -101,80%
Coreia do Sul 40.000 144.000 362% 26.000 60.000 235% -127%
Suíça 66.000 206.000 315% 82.000 200.000 245% -69,30%
Estados Unidos 61.000 153.000 253% 58.000 140.000 240% -12,70%
Reino Unido 55.000 138.000 248% 54.000 153.000 282% 33,60%
Emirados Árabes 46.000 145.000 317% 38.000 102.000 271% -46,20%

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Cursos de MBA, Pós-graduação, Educação executiva, Remuneração, Salários