*respondido por Vivien Chivalsky

Geralmente, o ouvido pode ajudar a escolher a forma certa, mas se você estiver em dúvida, aqui está a resposta: a primeira frase é a correta.

Esse assunto já foi pesadelo para muitos alunos. Até os nomes são de dar medo: próclise, mesóclise e ênclise. Se você está assustado, fique calmo – os nomes não são importantes na hora de entender como deve ser a colocação de pronomes em uma frase. A dúvida aqui é saber se eles devem estar antes ou depois do verbo e a boa notícia é que há regras bem simples de como escrever corretamente nesses casos. Uma informação importante é que há palavras que atraem o pronome e, quando isso ocorre, devemos colocá-lo antes do verbo.

Veja quais são as palavras mais comuns, aquelas que têm força para atrair o pronome.

 Palavras de sentido negativo como não, nem, nunca, nada, ninguém. Exemplos: Nunca se refira a esse problema. Não me preocupo com isso.

Pronomes como isso, aquilo, aquele. Exemplos: Isso me interessa. Aquilo lhe faz mal.

Pronomes relativos como o qual, quem, cujo, onde, quanto. Exemplos: Encontrei o telefone de quem lhe falei. Quanto me custa ficar quieto!

Advérbios como aqui, ali, lá, muito, bem, mal, sempre, somente, depois, após, já, ainda, antes, talvez. Exemplos: Aqui se faz, aqui se paga. Talvez se interessem pelo projeto.

Conjunções subordinativas como porque, embora, se, como, quando, caso, quanto, enquanto. Exemplos: Como me prometeu, entregou o trabalho dentro do prazo. Caso lhe interesse saber, estamos prontos para começar.

Guarde essas palavras na cabeça. Ficará mais fácil colocar o pronome no lugar certo.

Sucesso.

*Vivien Chivalski – Facilitadora do Instituto Passadori de Educação Corporativa

Tópicos: Dicas de Português, Gramática