São Paulo - À primeira vista, a lista quilométrica de assuntos exigidos pelos concursos públicos pode desesperar até o mais confiante dos candidatos. Afinal, diante dela, sempre fica a sensação de que o tempo para estudo é insuficiente e de que o "branco da memória" é inevitável.

Mas é possível gerenciar esses riscos. Para Renato Alves, um dos principais especialistas em memorização do país, a receita é simples: basta uma boa dose de organização e disposição para estudar da maneira correta.

Entre uma palestra e outra, Alves, que é recordista brasileiro de memorização, revelou alguns segredos sobre como guardar todo conteúdo exigido pelo concurso  e como tornar sua rotina de estudos mais eficiente.

Quer mesmo eliminar o branco da memória da sua lista de pesadelos pré-exame de concurso público? Então, confira as dicas nas próximas páginas