São Paulo – Um chefe melhor vale mais que um aumento de salário. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada nos Estados Unidos pela psicóloga Michelle McQuaid.

De acordo com o estudo, 65% dos entrevistados consideram que um bom chefe traria mais felicidade do que um vencimento mais polpudo no fim do mês.

Apenas 36% dos entrevistados disseram estar feliz no trabalho. Cerca de 70% disseram que teriam uma vida profissional mais satisfatória se o relacionamento com o chefe fosse melhor. Entre os mais jovens, na faixa de 20 a 30 anos, o percentual sobre para 80%, de acordo com a pesquisa.

Metade dos entrevistados acredita que teria mais sucesso na carreira se tivesse um bom relacionamento com a chefia. A promessa de uma relação mais agradável com os superiores seria motivo suficiente para 60% dos entrevistados mudarem de emprego.

Isso porque 31% disseram que não se inspiram em seus líderes, sentindo-se pouco apreciados por eles. Quase 15% consideram que seus chefes são os culpados por se sentirem miseráveis, entediados e sozinhos durante o expediente.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Chefes, Comportamento