São Paulo – Falta de reconhecimento ou de desafio, salário abaixo da expectativa, um péssimo chefe. Não é difícil concordar que estes fatores desmotivam qualquer profissional a continuar no emprego atual. E, mudar de empresa certamente vai passar pela cabeça de quem se encaixa neste quadro.

Mas, como explica Fabíola Lago, especialista em recursos humanos da Vagas Tecnologia, há o risco de trocar “seis por meia dúzia”. Ou seja, você conquista uma oportunidade e, alguns meses depois, a desmotivação reaparece. 

Por isso, ela indica algumas atitudes essenciais na hora de buscar um emprego. Na opinião dela, com dedicação é, sim possível, conquistar a oportunidade dos seus sonhos. “Tem gente que tem certa timidez de achar que não pode trabalhar em determinada empresa, mas pode, sim, desde que crie condições, principalmente de competência, para isto. Tem que correr atrás”, diz Fabíola. Confira as dez dicas da especialista:

1 Pesquise sua faixa salarial

Descontente com o volume de dinheiro que cai na sua conta bancária todo mês? Pesquise em sites especializados se o seu salário está mesmo aquém do que é praticado pelo mercado.

Leve em conta a sua qualificação e também o tempo de experiência. “ É bom para evitar frustrações, às vezes o profissional acha que está ganhando mal mas, ne verdade, está na faixa do que é pago pelo mercado”, diz Fabíola.

2 Participe de comunidades profissionais

Uma alternativa também para descobrir a média salarial do mercado é participando de comunidades, nas redes sociais, de profissionais da sua área.

“Mas tem que ter consistência na hora de escolher o grupo e de participar dele, quem está no nível de analista não deve entrar para um grupo só de diretores”, diz Fabíola.

Você pode também verificar com os coordenadores do grupo se eles têm as informações que você busca, a respeito de salários.

3 Faça uma lista das empresas dos seus sonhos

Pense nas empresas que você admira, da sua área de atuação, ou da área para a qual você quer migrar. Missão, valores, notícias em destaque. Reúna o máximo de informações possível. Lembre-se de que é, sim, possível descobrir a cultura de uma empresa sem estar trabalhando nela (ainda).Separe alguns minutos da sua rotina para verificar se há novas oportunidades anunciadas. 

4 Saiba com o que você pode contribuir para a empresa

Como você vai agregar valor? O que você sabe fazer que é do interesse da empresa. Ter estas respostas na ponta da língua é essencial, de acordo com Fabíola. “A primeira coisa é enaltecer a empresa mostrando que a conhece, assim já está sendo humilde. Depois é mostrar experiências concretas para legitimar aquela habilidade que você diz ter”, Fabíola.

Confira no vídeo como mostrar seu valor na entrevista de emprego sem ser arrogante:

5 Cadastre o seu currículo nas empresas

Já ter o currículo cadastrado na base de dados da empresa vai facilitar as coisas quando surgir a oportunidade certa para você, diz Fabíola. Por isso, veja se a empresa disponibiliza no site uma seção de carreiras. 

Para quem acha que não adianta nada, Fabíola diz: “adianta sim, quando surge uma oportunidade a área de recursos humanos vai buscar primeiro no seu banco de dados, antes de ir buscar profissionais no mercado”.

6 Invista em networking

Quem você conhece que trabalha ou já trabalhou na empresa? Converse com quem for mais próximo de você e exponha o seu desejo de conquistar uma vaga. Você poderá receber dicas importantes.“Mas não peça emprego, procure mostrar suas competências, em vez disso”, diz Fabíola.

7 Visite feiras de negócios e workshops

Pesquise eventos em que a empresa do seu interesse estará presente para tentar uma primeira aproximação. É uma boa forma de conhecer pessoas e saber mais sobre os negócios da empresa. “ Ao participar de uma feria de negócios você vai saber o que está acontecendo de novo na sua área e terá um discurso mais consistente em uma entrevista, por exemplo”, diz.

8 Tenha sempre à mão o seu cartão de visitas

Eles devem conter dados pessoais, telefones, emails, e link para seu perfil em redes sociais profissionais. “Mas não seja invasivo na hora de trocar cartões, seja elegante”, diz.

9 Prepare-se

Se você encontrasse um diretor ou até mesmo o presidente da empresa qual seria sua reação? O pior dos mundos é ficar constrangido a ponto de não dizer nada, pense nisso.

10 Mantenha a naturalidade durante as conversas

Confie no seu potencial e saiba expor seus pontos fortes. Mas seja sincero quanto aos pontos fracos também. A convicção sincera tanto de seu potencial como dos seus limites, diz Fabíola, ajuda a passar credibilidade na hora de abordar um bom contato. Uma dica é treinar com perguntas mais frequentes das entrevistas. Faço o teste, você saberia responder?