Mais difícieis do que parecem

São Paulo – Nem sempre a reputação de uma profissão corresponde à realidade percebida por quem a exerce de fato. Muitas vezes a imagem que as pessoas têm de determinada atividade ou função é bem diferente do dia a dia do profissional, levando em conta salário, ambiente de trabalho, nível de estresse e perspectivas de mercado.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site de empregos americano CareerCast, a carreira de um executivo de contas na área de publicidade é a mais supervalorizada por quem está de fora. Ou seja, as condições de trabalho não acompanham a reputação que a atividade invoca. Com cirurgiões e corretores da bolsa de valores acontece a mesma coisa, segundo o estudo.

Confira quais as 12 carreiras mais superestimadas e também os salários médios anuais e as perspectivas de mercado nos Estados Unidos:

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Estresse, Profissões, Reputação profissional