Os profissionais que menos devem se estressar em 2016

São Paulo – Lidar com ameaças de invasões cibernéticas pode não ser tarefa das mais relaxantes para um analista de segurança da informação, mas a carreira aparece com a menos estressante para 2016.

A classificação é do site Career Cast que leva em conta 11 fatores para ranquear carreiras pelo seu potencial de estresse. Prazos, viagens, competitividade, riscos para a vida e para a saúde do profissional, interação com o público e julgamento da opinião pública são os principais  aspectos presentes na metodologia da equipe do site para compor o seu índice que vai até 100, o nível máximo de estresse.

A seguir confira, nas fotos, as 10 profissões com os menores índices de estresse nos Estados Unidos em meio a mais de 200 carreiras ranqueadas. 

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Estresse, Profissões