Trabalho= estresse para estas carreiras

São Paulo – Para algumas profissões, o risco da atividade é o principal fator estressante. Que o digam militares, bombeiros e policiais. Para outras, são os prazos e a interação com o público os aspectos que mais podem gerar nervosismo, como é o caso dos apresentadores de televisão ou de rádio e dos repórteres de jornais.

Imprevistos, exigências físicas, viagens e o potencial de crescimento da carreira também são levados em conta na hora de determinar o índice de estresse de uma profissão.

A partir da análise de todos estes fatores, são 11 no total, o site Career Cast criou uma metodologia capaz de identificar as profissões mais estressantes. A lista é publicada anualmente. Confira as carreiras que entraram nesta ediçãom do ranking:

Tópicos: Estresse, Profissões