São Paulo - A tecnologia transforma-se em grande aliada quando o assunto é aproveitar melhor o tempo de trajeto casa-trabalho-casa. Usar este período diário de maneira dupla, ou seja, escolhendo alguma outra atividade que seja possível fazer enquanto você se desloca, pode mudar sua percepção do tempo de trajeto. “Hoje, toda a tecnologia possibilita fazer algo útil nesses momentos de deslocamento”, diz Fernando Serra, diretor acadêmico da HSM Educação e especialista em administração do tempo.

Em vez de “perder”, por exemplo, duas horas todos os dias no deslocamento, você passa a ganhar este tempo para investir em você. “A partir do momento em que eu aceito que vivo numa grande cidade e que o trânsito, infelizmente, é parte integral da minha rotina, acabo por me adaptar para diminuir meu nível de estresse, de desgaste emocional”, diz Andrea Piscitelli, consultora e especialista em administração do tempo.

A dica, de acordo com os dois especialistas, é entender o que é útil para você. “Eleger uma prioridade é o principal critério”, diz Serra. É o trabalho? Os estudos? Os relacionamentos? Descansar? “Vale lembrar que investimento pessoal não é apenas necessariamente fazer algo intelectualmente produtivo; entendo investimento pessoal como cuidar do equilíbrio da mente. Uma pessoa mais resiliente, equilibrada emocionalmente e feliz tem inúmeras vantagens competitivas no mercado de trabalho e sai à frente em processos de tomada de decisão, apresentação pessoal, de projetos e até de liderança”, diz Andrea.

Por isso, tenha em mente o que é mais importante para você neste momento antes de decidir o que fazer. Confira também as nove sugestões dos especialistas.

1 Grave suas ideias

Boas ideias podem surgir a qualquer momento. Seja dirigindo, andando de táxi, de ônibus, de metrô ou a pé, é fato que o ideal é guardá-las no instante em que surgem. Como nem sempre é possível anotar, gravar pode ser uma boa pedida. Fernando Serra conta que na época em que trabalhava em uma multinacional no Rio de Janeiro gastava uma hora em meia em deslocamento entre a zona sul do Rio e a Baixada Fluminense. “Certa vez, um belga, que era gerente da empresa, me deu um gravador de presente e disse: durante este trajeto você deve ter um monte de ideias. Grave”, diz o especialista.

2 Coloque a leitura em dia

Se você não é responsável pela condução de um veículo durante o trajeto, pode separar um livro para ser o seu acompanhante no deslocamento, indica Serra. “Tenho um Kindle e leio artigos. Quando viajo de avião, às vezes é possível ler um livro na ida e outro na volta”, diz Serra. Este recurso também vale para pedestres e motoristas. “Hoje em dia, existem áudio-livros de inúmeros assuntos. De meditação a livros narrados”, lembra Andrea.

3 Ouça palestras

O ritmo acelerado do dia a dia nem sempre permite espaços na agenda para assistir a uma palestra. “Em deslocamentos, ouço muito as palestras disponíveis no site TED. Tem vários palestrantes com ideias inovadoras”, diz Serra. Há muitas opções traduzidas, mas a grande maioria está em inglês.

4 Informe-se

Aproveitar para se antenar das principais notícias também é uma opção, diz Andrea. Você pode ter as informações na palma da mão se carregar consigo um smartphone ou tablet com acesso à internet. 

Se você vai de carro e não pode ler durante o deslocamento, as rádios são as mais indicadas. “Atualmente, existem rádios contemporâneas e com uma programação bastante ampla - de política à cultura - para quem não quer fazer feio numa reunião ou mesmo em um happy hour. Nunca é demais estar informado e ter cultura”, diz Andrea.

5 Estude

Para quem trabalha e estuda, qualquer minuto é importante, uma vez que as duas atividades tomam quase todo o tempo de um dia. “É possível gravar as aulas com o celular ou tablet e ir revisando o conteúdo passado em sala”, diz Serra. Outra dica é usar esse tempo para acrescentar conhecimentos ao seu currículo. “Você pode ter acesso a aulas diversas: línguas, cultura geral, conduta e comportamento”, sugere Andrea. 

6 Atualize a agenda do dia e sua lista de afazeres

Faça uma lista de tudo o que precisa fazer para ter um dia mais produtivo. “É um grande economizador de tempo”, diz Andrea. De acordo com ela, na ida ao trabalho, no começo da manhã, vá priorizando as tarefas para quando chegar ao trabalho já começar com foco. “E se for ao final do dia, pode fazer um rápido balanço de como foi o seu dia e desenhar suas prioridades do dia seguinte”, diz a especialista.

Vale lembrar que as tarefas pessoais também devem entrar na lista. “Supermercado, compromissos da semana, academia, amigos para os quais precisa ligar, entre outras tarefas importantes de sua vida social e pessoal também valem”, sugere a especialista.

7 Observe

Ensaiar o olhar de turista pode torná-lo um profissional melhor e não exige tecnologia alguma. “Bons observadores são menos julgamentais e menos impulsivos, caraterísticas de ouro no mercado de trabalho”, diz Andrea.

Imaginar-se um estrangeiro e aproveitar este tempo de trajeto para observar o cotidiano pode revelar belezas escondidas. “Vale até observar a sabedoria e as esquisitices do comportamento humano. Isto tudo certamente te trará maior capacidade analítica e maior repertório”, diz Andrea.

8 Só relaxe ou pense no futuro

Com uma rotina agitada, a sua prioridade durante o trajeto pode ser apenas relaxar. “Se a prioridade é descansar, ouça músicas relaxantes”, diz Serra. 

Na opinião de Andrea, pensar e sonhar com o futuro também é uma alternativa. “Comprovadamente, as pessoas que têm uma visão clara de seus futuros, obtém melhores recursos para atingir suas metas. Então, porque não pensar mais: ‘o que eu quero para meu futuro próximo?’, ou ’O que eu estou fazendo para isto?'". complementa a especialista.

Tópicos: Administração do tempo, Comportamento, Dicas de Carreira