São Paulo – Durante uma entrevista de emprego é comum que o candidato seja questionado sobre seus interesses e passatempos. A razão? Os hobbies podem revelar muito de seu perfil comportamental e atrair a atenção do entrevistador.

Para Christian Spong, gerente da EMR Recruitment, tocar instrumentos musicais pode ajudar na coordenação motora e, para ele, profissionais de qualquer área, seja de comunicação ou do mercado financeiro, por exemplo, precisam dessa habilidade na rotina.

No mundo corporativo, Sócrates Melo, gerente sênior de recrutamento temporário da Robert Half afirma que um executivo tem que lidar constantemente com a ansiedade e pressão no trabalho. Para ele, a concentração adquirida por meio da prática de um esporte pode ajudar a aliviar e até mesmo controlar.

Confira nas páginas seguintes outras sugestões de hobbies.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Comportamento, Sucesso