Salto na Carreira

S%26atilde;o Paulo - Anualmente, a rede Laureate, grupo multinacional de educa%26ccedil;%26atilde;o que %26eacute; dono de 50 universidades em 20 pa%26iacute;ses, dez delas no Brasil, faz um estudo no qual mapeia as %26aacute;reas do conhecimento que dever%26atilde;o ganhar proje%26ccedil;%26atilde;o no mercado de trabalho e exigir profissionais nos pr%26oacute;ximos anos.

Com o estudo, a institui%26ccedil;%26atilde;o identifica demandas de mercado, que muitas vezes nem as organiza%26ccedil;%26otilde;es sabem que t%26ecirc;m, e procura criar cursos adequados para atender as empresas.

O estudo de 2011 aponta que parte significativa das novas carreiras est%26aacute; relacionada %26agrave;s ind%26uacute;strias de tecnologia da informa%26ccedil;%26atilde;o, engenharia, energia e %26agrave; sustentabilidade. Outra parcela estar%26aacute; concentrada em servi%26ccedil;os, em %26aacute;reas como entretenimento e sa%26uacute;de. %26quot;Esses empregos est%26atilde;o relacionados a mudan%26ccedil;as demogr%26aacute;ficas e a novas tecnologias e v%26atilde;o requisitar mais inova%26ccedil;%26atilde;o e criatividade do que as forma%26ccedil;%26otilde;es tradicionais%26quot;, diz Oscar Hip%26oacute;lito, diretor-geral acad%26ecirc;mico da Laureate Brasil.

Outra caracter%26iacute;stica das carreiras emergentes %26eacute; a integra%26ccedil;%26atilde;o de diferentes esferas do conhecimento. %26quot;O profissional do futuro %26eacute; um especialista que busca uma conex%26atilde;o com outra %26aacute;rea%26quot;, diz Carlos Ant%26ocirc;nio Leite Brand%26atilde;o, do Instituto de Estudos Avan%26ccedil;ados Transdisciplinares, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Embora algumas das profiss%26otilde;es ainda nem existam formalmente, os interessados podem usar desde j%26aacute; as informa%26ccedil;%26otilde;es sobre as novas carreiras para pautar seus caminhos profissionais.

%26quot;A pessoa pode ir se aproximando, dentro da empresa, de %26aacute;reas afins %26agrave;quela em que pretende atuar no futuro%26quot;, diz Renata Giovinazzo Spers, coordenadora de projetos da Funda%26ccedil;%26atilde;o Instituto de Administra%26ccedil;%26atilde;o (FIA), de S%26atilde;o Paulo. %26quot;Os profissionais que se anteciparem, se preparando desde j%26aacute; para atender %26agrave;s tend%26ecirc;ncias do mercado para os pr%26oacute;ximos anos, provavelmente v%26atilde;o se tornar refer%26ecirc;ncia nessas novas %26aacute;reas, quando elas explodirem%26quot;, diz. Mas, lembre-se: para conquistar essas vagas, %26eacute; preciso investir na educa%26ccedil;%26atilde;o. Ent%26atilde;o, m%26atilde;os %26agrave; obra.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Empregos, Mercado de trabalho, Profissões