As respostas que os jovens procuram

São Paulo – A concorrência sempre foi característica das seleções de trainee. Mas, com a crise, a disputa está ainda mais acirrada, já que as empresas estão criteriosas e o número de vagas diminuiu.

Neste cenário, vai se dar mal o jovem que decidir “atirar para todos os lados”, segundo Luís Abdalla, sócio-diretor da consultoria Seja Trainee. “O jovem tem que ter papel de protagonista das suas escolhas”, diz. Saem na frente aqueles que conseguem relacionar aspectos de sua trajetória e caminhos já trilhados com as necessidades da empresa. 

Justamente por isso a preparação para o processo seletivo é tão importante. “Eu vejo muita gente falar que o jovem só deve ser ele mesmo durante a seleção. Mas isso dá uma conotação de que não é preciso se preparar, o que não é verdade. O jovem deve, sim, ser ele mesmo, mas preparado”, diz Abdalla.

Para ajudar na preparação dos candidatos e aumentar a interação com os jovens, a Seja Trainee lançou o Movimento Seja, que prevê a publicação de séries de vídeos para compartilhar informações do interesse de quem participa ou quer participar em seleções para programas de trainee. A primeira série traz as principais as dúvidas que a consultoria geralmente recebe dos candidatos.

Segundo Abdalla, as dúvidas geralmente envolvem a insegurança dos jovens em relação à trajetória e à experiência, as escolhas e motivações de carreira, a estratégia individual e as questões práticas vivenciadas nas seleções. Confira os vídeos desta galeria.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Oportunidades para trainees, Carreira jovem, Trainees