São Paulo – Iniciar uma carreira em TI pode ser uma boa oportunidade neste momento. O setor de Tecnologia da Informação é o que mais cresce no Brasil, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Apesar do mercado aquecido, especialistas dizem que há uma carência de profissionais com as habilidades necessárias para atuar com sucesso nesta área.

Veja abaixo doze dicas dos especialistas para começar uma carreira de sucesso em TI:

Saiba trabalhar em equipe – É recomendável ter a vontade de trabalhar com outras pessoas e saber que esta ação pode criar uma equipe de sucesso. O profissional deve sempre possuir a intenção de agregar valor ao setor onde ele atua.

“Parece simples, mas o mundo é muito competitivo. Nem todos os profissionais têm estas características. É similar ao que acontece em time de futebol onde todos se esforçam ao máximo para a equipe ser a vencedora”, diz Eduardo Pellegrina, diretor de recursos humanos da Itautec.

Estude mais – Ainda de acordo com Pellegrina, a área de TI possui uma crise educacional. “Estude muito, seja esforçado e faça o máximo para se destacar na área. As empresas querem contratar profissionais que atualizam os seus conhecimentos constantemente”, diz.

O diretor de RH afirma que praticamente todas as pessoas que se formam em TI são contratadas pelas companhias, mas o mercado somente retém aqueles que possuem boa qualificação, como ampla sabedoria de diversos assuntos, habilidade para trabalhar em equipe e conhecimento atualizado.

Seja autodidata – O profissional que deseja trabalhar com TI não pode somente depender de cursos para reciclar o conhecimento na área. As tecnologias surgem a todo o momento e o profissional ficará em desvantagem se recorrer somente aos extensos métodos de ensino.

“Isso não quer dizer que o treinamento seja dispensável, mas o profissional precisa conhecer mais rapidamente as novidades do mercado, as alterações das linguagens de programação e os lançamentos de produtos”, diz Marcelo Abrileri, que atua há mais de 18 com RH, é sócio fundador e CEO do site de empregos Curriculum.com.br e da Talenti, empresa de recrutamento, seleção e de headhunting de profissionais de TI.

O CEO lembra que os livros são indispensáveis e que não é somente na internet que a pessoa pode achar um conteúdo que complemente os estudos.

Conheça outros idiomas – “Falar um segundo idioma é sempre bom. O mundo é global e as empresas possuem clientes em vários países. Além disso, a maioria do material de estudo não está em português”, comenta o diretor da Itautec.

Já Abrileri diz que “o Brasil não é vanguarda em tecnologia e por este motivo recomendo que o profissional fale outros idiomas, especialmente o inglês. Com isso, a pessoa poderá procurar diversas fontes de notícias internacionais de TI”.

Seja curioso - O interessado em iniciar a carreira em TI precisa manter ativa a “curiosidade infantil”. Segundo Pellegrina, é ela que vai levar o profissional a atualizar os seus conhecimentos.

“Quem lida com TI deve conhecer o há de novo na área. O iniciante precisa gostar de aprender e possuir a curiosidade pelas coisas para poder acompanhar a avalanche de atualizações”, diz.

Conheça outras áreas – A pessoa que possui vivência em outras áreas, como administração ou gestão financeira, por exemplo, possui melhor rendimento, Abrileri. “Isso agrega valor ao profissional, mesmo que o conhecimento não seja no escopo de tecnologia”, diz.

Já Pellegrina afirma que TI está presente em todos os locais, por exemplo, na maçaneta da janela do carro, que hoje é eletrônica, além de outros equipamentos como o micro-ondas.

Faça as atividades com vontade – De acordo com Abrileri, o carinho e a vontade estão intimamente ligados ao crescimento profissional. “Estes são dois itens que as empresas realmente buscam”, diz.

Já o diretor de RH da Itautec afirma que quando participa de processos seletivos, uma das primeiras coisas que ele percebe no candidato é o “brilho no olhar". “Ele deve ter paixão pelo que faz para continuar no processo seletivo”, comenta.

De acordo com Abrileri, o profissional que tem alegria, paixão e carinho pelo que faz certamente crescerá profissionalmente. “É importante ter zelo e, se receber uma tarefa, mesmo que pareça simples, fazer com capricho. A pessoa deve ter orgulho ao concluir cada tarefa. O chefe também poderá reconhecer o esforço e repassar outros serviços que requerem uma atenção especial”, afirma.

Não se frustre facilmente – Os especialistas recomendam que o profissional não se abale caso aconteça algo inesperado.

“A pessoa deve aprender com a situação. Se acontecer algo que ela não aprova, deve então refletir de maneira madura e, se necessário, procurar o gestor para conversar sobre o assunto. Se achar válido, poderá pedir ajuda a outra pessoa que possui vivência na área”, comenta o diretor de RH da Itautec.

Já Abrileri afirma que “as pessoas erram quando são vencidas pelo desanimo e chateação e que a única prejudicada é ela mesma, pois cada tarefa mal feita prejudica a imagem do profissional. Iniciar da melhor forma é sinônimo de sucesso”.

Treine o raciocínio lógico – Este é um item que Abrileri acha indispensável para a área de TI. “Atuar neste setor envolve muita abstração e construção de lógica dentro da abstração. O profissional precisa ter estes requisitos para se bem sucedido”, comenta.

Organização – Ainda de acordo com o CEO, a pessoa deve manter o material de trabalho organizado. “Isso ajuda a criar códigos de programação limpos (organizados). Esta é uma dica válida até mesmo para os que atuam na área há anos”, afirma.

Procure vagas na internet – Os especialistas recomendam procurar vagas na internet. “O melhor lugar é na web, principalmente para a área de TI”, afirma Abrileri.

Evite dispersar – Durante o expediente, tenha foco somente nas atividades realizadas.

“As chances de cometer erros ou estourar os prazos aumentam quando o profissional não presta atenção no que faz. Reserve alguns minutos por dia para checar as redes sociais e os e-mails. Nada é tão importante no Facebook que não possa esperar algumas horas” diz Abrileri.

No caso do e-mail, o especialista diz que nem todas as pessoas precisam manter o gerenciador aberto. “A pessoa também pode optar por desabilitar os alertas de novas mensagens”.

Tópicos: Carreira e Salários, Carreira, Mercado de trabalho, Profissões, Tecnologia, Tecnologia da informação