Estes serão os salários dos advogados brasileiros em 2017

Levantamento aponta a remuneração prevista para 9 áreas jurídicas em bancos, empresas e escritórios de advocacia com diversas especialidades

São Paulo — Advogados que curam as “dores de cabeça” provocadas pela crise econômica serão os mais procurados —e bem pagos — pelos empregadores em 2017.

A previsão é de um estudo da consultoria de recrutamento Robert Half, que traz projeções sobre a remuneração de 9 áreas jurídicas em escritórios de advocacia, bancos e empresas.

Com a onda de demissões causada pela crise no país, o direito trabalhista será a especialidade com maior aumento salarial no ano que acabou de começar, com valorização de até 11,5% para profissionais de contencioso e 13% para consultivo. A remuneração para a área varia de 3 mil a 17 mil reais, dependendo do cargo e do porte da empresa.

Os mais bem pagos, segundo o relatório, serão os diretores jurídicos dos bancos, que ganharão de 20 mil a 40 mil reais por mês. Os valores estão um pouco abaixo da faixa salarial para a posição em 2016, que ia de 21 mil a 41 mil reais mensais. É o único cargo jurídico da lista cuja remuneração encolherá em 2017.

Em termos de empregabilidade, o mercado de trabalho também dará boas chances para profissionais com experiência em recuperação judicial e reestruturação de dívidas, além de especialistas em direito tributário e compliance.

Confira a seguir as médias salariais projetadas para 2017 de 9 áreas jurídicas:

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Caros

    Nós da Advoco Brasil somos uma consultoria focada no desenvolvimento de escritórios de advocacia e iremos escrever um artigo sobre remuneração para advogados e fazer, eventualmente, uma referencia a sua pesquisa.

    Portanto, gostaríamos de saber sobre algumas questões básicas sobre pesquisas de mercado, que infelizmente não encontramos disponíveis na internet ou citadas na sua pesquisa, a saber:

    1 – qual é a base de pessoas e/ou organizações pesquisadas?!

    2 – todos são CLT?!

    3 – caso contrário qual é o conceito utilizado para definir “salário”?!

    4 – da base pesquisada, quantos foram os responderes ?!

    5 – dos respondentes, quantos estão na função de sócio/gestor, quantos estão nas funções de advogados, e quantos estão na função de “outros” ?!

    6 – há margem de erro?! se sim qual percentual ?!

    7 – por que vocês não utilizaram o conceito de quartil ?!

    8 – em qual período foi realizadas as pesquisa?!

    9 – quantos dos pesquisados são empresas, ou seja, departamento jurídico, e quantos são escritórios de advocacia ?!

    10 – qual é o seu conceitos de empresa pequena e grande utilizados na pesquisa ?! Está relacionado ao faturamento ou a quantidade de advogados?! Se sim, quais são as escalas ?!

    11 – poderia indicar o nome de duas ou três organizações pesquisaras para fazermos uma circularização ?!

    Muito obrigado
    André Medeiros
    Sócio na Advoco Brasil

    http://www.advocobrasil.com.br