Estas são as 10 melhores universidades jovens do mundo

Ranking da consultoria QS leva em conta as universidades com menos de 50 anos. Mais uma vez, o topo é asiático

São Paulo – As seis universidades com menos de 50 anos de fundação que mais se destacam em todo planeta são asiáticas. E assim tem sido há alguns anos com a publicação do ranking das novatas criado pela consultoria QS, uma das mais respeitadas publicações que ranqueiam instituições de ensino superior, em 2012.

Fundada em 1991, a Nanyang Technological University de Singapura é a primeira nas últimas quatro edições do ranking. A segunda e terceira colocadas também estão há quatro anos na mesma posição, segundo a QS.

Da América Latina, nenhuma faculdade entrou para o top 10, nem para o top 20 ou top 30. A mais bem posicionada entre as latino-americanas é a argentina Universidad Austral, em 34º lugar.

A brasileira que melhor se posicionou na lista é a UNESP, criada em 1976, classificada entre a 71ª e a 80ª posições –depois das 50 primeiras, a classificação deixa de ser individual. A Universidade Federal de São Carlos, fundada em 1970, é a segunda e última universidade brasileira a conseguir entrar no ranking, e ficou entre o 101º e o150º lugares.

O ranking leva em conta a classificação na lista global da QS e, portanto, tem como base os mesmos seis critérios:   reputação acadêmica, reputação entre os empregadores, citações de pesquisas, proporção entre o número de alunos e professores, proporção de estudantes internacionais e proporção de professores estrangeiros.

A seguir veja as dez  melhores universidades jovens do planeta: