As 15 universidades brasileiras mais respeitadas no mundo

Ranking global da conceituada consultoria QS coloca a USP no top 150 do planeta. Confira a lista com as brasileiras mais bem avaliadas

São Paulo – Como tem sido ao longo dos anos o ranking de universidades publicado pela consultoria QS coloca a Universidade de São Paulo (USP) em primeiro lugar entre as brasileiras ranqueadas.

A melhor colocação de uma instituição brasileira, na 121ª posição, fica, no entanto, distante do top 10 da lista, que traz o prestigiado MIT em primeiro lugar.

O ranking publicado anualmente leva em conta a reputação acadêmica (40% da nota), o prestígio entre os recrutadores (10% da nota), a proporção de professores por aluno (20% da nota), número de citações de pesquisas (20% da nota) e a internacionalização (5% da nota).

Confira quais, além da USP, são as 14 melhores instituições de ensino, de acordo com a lista de 2018 da QS. (A lista completa com todas as universidades está no site da consultoria)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ebert Daniel Macedo Alvares

    Com tanta foto bonita da UFSCar, uma das mais reconhecidas no ramo da Engenharia, na internet. Colocam a foto da saida para a floresta, terceira saida. E ainda escreveram o nome errado.

  2. Thiago de Souza

    Mais um ranking baseado em achismo! Não se avalia a produção científica, nem a qualidade da formação. Apenas olham os maires orçamentos e quantidade de alunos.

    1. André Navarro Lourenço

      https://www.topuniversities.com/qs-stars/qs-stars-methodology
      Só ler a metodologia usada, acho que vale a pena para entender quais são os critérios.

  3. Luiz Carlos Conte

    Orgulho de ser formado pela UERJ. VERGONHA do que o governo do Rj fez e está fazendo com ela. Uma barbárie administriva e financeira. O sucateamento completo. SALVEM A UERJ !!!!!

  4. Marcelo Igor de Sousa

    Trabalho em Universidade e acompanho esse ranking. Informo que as posições das três últimas do TOP 15 não correspondem, já que há um empate entre diversas universidades; PUC-RS, UERJ e UEL são apenas em ordem alfabética numa faixa de 801-1000. Outras tantas também na mesma faixa foram deixadas. Por favor, não persistam nesse erro primário.

  5. Marcelo Igor de Sousa

    A partir de certa posição, o ranking indica faixas de classificação e não posições exatas. A UFRGS não é oitava, mas quinta empatada com as PUCS e a Unifesp. Basta uma simples leitura do ranking pra ver que na faixa de classificação está por ordem alfabética.

  6. Marcelo Igor de Sousa

    Vejam que a partir de certa posição, o ranking indica faixas de classificação e não posições exatas. A UFRGS não é oitava, mas quinta empatada com as PUCS e a Unifesp. Basta uma simples leitura do ranking pra ver que na faixa de classificação está por ordem alfabética.

  7. UERJ entre as 15 ? kkkkkkkkkkkk tão de brincadeira neh

  8. Paulo Vagner Veloso

    O que me chama mais a atenção é o fato do Brasil estar tão ruim no ranking. Ser melhor entre os não melhores é motivo menos de comemoração e mais de reflexão.