Desemprego no trimestre entre novembro de 2014 e janeiro de 2015 foi de 6,8%

O desemprego no Brasil foi de 6,8% da população ativa no trimestre entre novembro de 2014 e janeiro de 2015, segundo um novo indicador oficial divulgado

O desemprego no Brasil foi de 6,8% da população ativa no trimestre entre novembro de 2014 e janeiro de 2015, segundo um novo indicador oficial divulgado nesta quinta-feira.

A taxa subiu três décimos em relação ao trimestre fechado em dezembro (6,5%) e também superou o nível que tinha no mesmo trimestre de referência do ano passado (6,4%), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Essa taxa corresponde à Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínuo), que a partir de hoje começa a ser divulgada com periodicidade mensal, embora utilize uma média dos últimos três meses.

O novo indicador, mais detalhado e baseado em recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT), supera o índice antigo, que continua sendo divulgado e segundo o qual o desemprego foi de 5,3% em janeiro.

Segundo o PNAD Contínuo, o número de desempregados se situou em 6,8 milhões de pessoas e a população trabalhadora se manteve estável em 92,7 milhões de pessoas, equivalente a 56,7% das pessoas em idade de trabalhar.

O PNAD Contínuo e o antigo indicador são divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas e a partir de agora ambos terão periodicidade mensal.