Calouros de Harvard são expulsos depois de trocar memes ofensivos

Um dos participantes do grupo chegou a classificar um hipotético enforcamento de uma criança mexicana como “a hora da pinãta”

São Paulo – Piadinhas e memes cancelam aprovação de pelo menos 10 calouros em Harvard, uma das mais tradicionais universidades do mundo. A informação foi divulgada pelo jornal “ The Haravrd Crimson”.

O conteúdo das mensagens trocadas em um grupo não oficial de recém aprovados no Facebook – e, que segundo o jornal, foram obtidas pela redação – é chocante:  piadas com Holocausto, mortes de crianças, ataques a minorias.

Para se ter uma ideia da tamanha falta de empatia com um ser humano, um dos participantes do grupo chegou a classificar um hipotético enforcamento de uma criança mexicana como “ a hora da pinãta”, referindo-se a uma tradição de brincadeira infantil em que doces embrulhados por uma estrutura de papel crepom são suspensos e o aniversariante deve com um bastão atingi-lo e espalhar as guloseimas para a alegria dos convidados.

Ao tomar conhecimento do conteúdo impróprio que estava sendo trocado pelos futuros participantes da turma de 2021, a universidade decidiu por revogar a matrícula dos estudantes e a decisão não está aberta a renegociação, já que a análise para tal deliberação é minuciosa.

No grupo oficial de calouros da turma de 2012 universidade  no Facebook há, em sua descrição, o alerta sobre o risco e as responsabilidades administrativas ligadas à participação de grupos não oficiais que podem resultar na rescisão da aprovação em Harvard em circunstâncias específicas: “incluindo comportamentos que coloquem em dúvida valores como honestidade, maturidade e moral”.