Bom desempenho vira moeda dentro da Whirlpool

Bolsas de estudos parciais e viagens estão dentro do pacote de benefícios oferecidos pela empresa para quem tem bom desempenho

São Paulo – Se cumprir metas é lei dentro do mundo corporativo, os meios para recompensar os funcionários para alcançá-las variam de empresa para empresa.

Na Whirlpool, a regra é transformar tudo em números. Quanto mais resultados você traz para a companhia, mais pontos ganha na avaliação de desempenho no fim do ano.

Na prática, essa pontuação vale quase como uma moeda de troca. Os pontos se convertem em bolsas de estudo, viagens e até promoções.

Por exemplo, regularmente, a empresa abre processos de seleção internos para bolsas de estudo parciais. Quem se inscreve no programa é selecionado com base nessa grade de pontos. Os melhores saem na frente.

Já na hora da promoção, o processo é um pouco mais complexo. Cada caso é analisado por um comitê de executivos. Mas antes de chegar nesse ponto, os profissionais com potencial para liderança passam pela ferramenta Talent Pool.

“Pra gente conseguir mapear as promoções, precisamos entender se a pessoa tem um potencial, a caixa para sentar numa cadeira maior”, afirma Cauê Nascimento, gerente comercial do negócio Água. “O Talent Pool serve mapear as lacunas que o profissional ainda tem. E a partir disso, criamos planos de ação”.

Confira a mais nova edição do Das 9 às 6:

/libc/player/liquid3.swf