As faculdades reprovadas pelo MEC

Entre as 577 instituições reprovadas em avaliação de qualidade do MEC, 37 são públicas

Sâo Paulo – Das 2.136 instituições de ensino superior no Brasil, 577 não fizeram a lição de casa e “reprovaram” no Índice Geral de Cursos, um dos indicadores de qualidade do ensino superior no país. Apenas 27 obtiveram o conceito máximo no índice.

O IGC é feito com base na média ponderada dos Conceitos Preliminares de Curso (que leva em conta o rendimento dos alunos no ENADE, infraestrutura e qualidade do corpo docente) e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior (Capes) obtidos por cada instituição. 

Os conceitos de 1 a 2 são considerados insuficientes pelo MEC. No total, 568 instituições obtiveram conceito 2 na avaliação. Destas, 37 são instituições públicas. Nove faculdades tiveram o pior desempenho no ICG e conquistaram conceito 1. 

Na próxima semana, o MEC deve anunciar medidas para “punir”  estas instituições. Uma das medidas possíveis é a proibição de estas faculdades realizarem novos vestibulares até que mostrem soluções para melhorar os índices de avaliação. Por enquanto, segundo EXAME apurou, apenas uma faculdade das 10 piores não está com matrículas abertas.

Os dados são referentes ao ciclo de avaliações de 2008 e 2011. Confira a lista: