As gafes mais absurdas que já apareceram em currículos

Mais de 50% dos recrutadores já identificaram mentiras em currículos, diz pesquisa do Career Builder. Veja as invenções mais bizarras lembradas por eles

São Paulo – A vontade exagerada de causar uma boa impressão pode transformar o seu currículo em motivo de piada.

Principalmente se você cometer o pior dos pecados num processo seletivo: mentir. 

A falta de sinceridade é mais comum do que se imagina, segundo uma pesquisa anual da empresa de RH Career Builder. O estudo indica que 56% dos recrutadores nos Estados Unidos já identificaram uma informação falsa num CV. 

A maior parte dos mentirosos supervaloriza suas próprias competências (62%) ou exagera suas atribuições e responsabilidades (54%).

Porém, a ficção contamina até os dados mais objetivos do currículo, como a cronologia (39%) e os nomes de cargos (31%). 

Além das mentiras, a falta de revisão do texto – resultado da pressa – também causa situações embaraçosas para os candidatos.

Clique nas imagens para ver algumas das gafes mais absurdas lembradas pelos entrevistados.

A pesquisa ouviu mais de 2.500 executivos de RH norte-americanos entre maio e junho de 2015.