Dólar R$ 3,28 0,39%
Euro R$ 3,68 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,95% 63.257 pts
Pontos 63.257
Variação 0,95%
Maior Alta 5,04% SMLE3
Maior Baixa -3,99% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 17:20 FONTE

As 20 empresas em que as mulheres brasileiras preferem trabalhar

Pesquisa ouviu mais de 25 mil profissionais do gênero feminino para descobrir os empregadores e setores preferidos por elas. Nubank é a empresa mais amada

São Paulo — Um estudo divulgado hoje pela comunidade de carreiras Love Mondays revela os 20 empregadores mais bem avaliados pelas mulheres brasileiras em 2017.  A lista se baseia em opiniões compartilhadas de forma anônima por usuárias do portal sobre as empresas e setores em que trabalham.

O Nubank conquistou o 1º lugar do ranking, que analisou opiniões de mais de 25 mil profissionais do gênero feminino entre fevereiro de 2016 e janeiro de 2017, em todo o país.

O campeão na preferência feminina recebeu a nota 4,79 numa escala que vai de 1 a 5, na qual 1 representa “muito insatisfeita” e 5 corresponde a “muito satisfeita” com o empregador.

Confira o ranking abaixo, que só considerou empresas com mais de 20 avaliações no site Love Mondays:

Empresa Nota Avaliações no período
Nubank 4,79 29
ClearSale 4,67 24
Monsanto 4,54 28
Rock Content 4,47 30
Takeda Brasil 4,39 31
Mercado Livre 4,33 49
BASF 4,32 28
Bayer 4,28 47
Porto Seguro 4,27 73
Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) 4,27 26
Dr. Emerson Laboratório e Imagem 4,25 32
Braskem 4,23 30
Globosat 4,22 27
GlaxoSmithKline (GSK) 4,21 28
Amaggi 4,19 21
Mondelez 4,19 21
Dell 4,18 22
Odebrecht 4,16 37
Kimberly Clark Brasil 4,14 21
General Electric (GE) 4,12 34

A Love Mondays também listou os setores de atuação preferidos por profissionais do gênero feminino. O segmento de energia, mineração e saneamento ficou com a 1ª posição. Em seguida, vêm os setores de serviços financeiros e manufatura industrial.

Veja abaixo os 10 setores mais bem avaliados pelas mulheres. Somente aqueles com mais de 300 avaliações foram considerados elegíveis para o ranking.

Setor Nota Avaliações no período
Energia, mineração e saneamento 3,81 703
Serviços financeiros 3,73 2057
Manufatura industrial 3,63 1551
Automotivo 3,58 599
Farmacêutica e saúde 3,57 1723
Tecnologia e telecomunicações 3,55 3262
Bens de consumo 3,54 2823
Construção e mercado imobiliário 3,53 917
Educação 3,5 1422
Logística e transporte 3,49 756

De forma geral, a felicidade das mulheres com a carreira aumentou entre 2016 e 2017. Segundo o estudo, o índice de satisfação delas passou de 3,44 para 3,53 do ano passado para cá. “Acredito que isso tenha a ver com uma melhora na economia, mas também espero que seja reflexo de uma valorização maior das mulheres nos negócios”, diz, em nota, Luciana Caletti, CEO da Love Mondays.

A cultura organizacional é o que mais traz satisfação para as brasileiras (3,30) , seguida por remuneração e benefícios (3,29), qualidade de vida (3,23) e oportunidades de carreira (2,89).

A tabela a seguir mostra o comparativo desses critérios entre 2016 e 2017:

Ano Satisfação geral Remuneração e benefícios Qualidade de vida Cultura da Empresa Oportunidades de carreira
2017 3,53 3,29 3,23 3,3 2,89
2016 3,44 3,13 3,13 3,3 2,97