As 20 carreiras com as piores quedas de salários em 2016

Levantamento mostra que profissionais de educação são os que mais sofreram com as reduções salariais

São Paulo – Diante de um cenário econômico desafiador e um ritmo de inflação acelerado, a desvalorização salarial tem sido cada vez mais comum para o brasileiro.

Em 2016, com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo IBGE, chegando a bater a marca dos dois dígitos no acumulado dos últimos 12 meses, a alta na receita dos trabalhadores não acompanhou o ritmo de inflação, o que prejudicou tanto o aquecimento da economia quanto o orçamento das famílias.

Para algumas carreiras, o ano foi particularmente desafiador em relação aos salários. Um levantamento feito pelo coordenador do projeto Salariomêtro da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Hélio Zylberstajn, a pedido de Exame.com listou 20 profissões que tiveram as piores quedas de salários médios entre janeiro e outubro de 2016. A mesa base de dados também foi usada para medir as remunerações mais valorizadas no período, publicadas por EXAME.com na semana passada.

A pesquisa levou em consideração apenas carreiras que apresentaram mais de 5 mil contratações formais ao longo do período analisado. Os salários médios apurados são relativos aos valores de admissão de novos profissionais.

A grande surpresa da lista é o domínio de profissões da área de educação. Metade das 20 carreiras com maiores quedas salariais vem desse setor, sendo a maioria de professores dos diferentes níveis de ensino e com diferentes graus de formação acadêmica.

Outro destaque da lista é a presença marcante do setor de serviços. Das profissões listadas, 15 delas fazem parte desse segmento.

Confira abaixo a lista das 20 carreiras menos valorizadas segundo a pesquisa.

1. Professor de Disciplinas Pedagógicas no Ensino Médio

Professor

Profissão Professor de Disciplinas Pedagógicas no Ensino Medio
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.913,80
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.287,10
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -32,7%

2. Escriturário de Banco

Bancários e profissionais de finanças

Profissão Escriturário de Banco
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.255,50
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.547,00
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -31,4%

3. Professor de Nível Superior do Ensino Fundamental I

Professor

Profissão Professor de Nível Superior do Ensino Fundamental I
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.155,20
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.516,70
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -29,6%

4. Professor de Nível Médio no Ensino Fundamental

Professor

Profissão Professor de Nível Médio no Ensino Fundamental
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.864,60
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.463,90
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -21,5%

5. Professor da Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental I

Sala de aula

Profissão Professor da Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental I
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.477,20
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.167,60
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -21,0%

6. Preparador Físico

12. Ciências do exercício físico

Profissão Preparador Físico
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.607,10
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.279,10
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -20,40%

7. Coordenador Pedagógico

Diretor de escola

Profissão Coordenador Pedagógico
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.709,70
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 2.294,70
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -15,30%

8. Orientador Educacional

Coordenadora

(rawpixel/Thinkstock)

Profissão Orientador Educacional
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.205,60
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.894,90
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -14,1%

9. Professor de Língua Inglesa

Professores do Paraná retornam às aulas após 29 dias de greve

Profissão Professor de Língua Inglesa
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.617,60
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.390,30
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -14,1%

10. Professor de Ensino Superior na Área de Didática

Professor ministra uma aula na Universidade de São Paulo (USP)

Profissão Professor de Ensino Superior na Área de Didática
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.094,90
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.837,30
Variação entre janeiro e outubro de 2016 12,3%

11. Apontador de Produção

Apontador de Produção - Indústria

Profissão Apontador de Produção
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.651,70
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.472,90
Variação entre janeiro e outubro de 2016 10,8%

12. Técnico Mecânico

Mecânico

Profissão Técnico Mecânico
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 2.123,00
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.914,20
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -9,8%

13. Técnico de Vendas

Vendedor mostra carro para compradores

Profissão Técnico de Vendas
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 3.342,50
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 3.022,30
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -9,6%

14. Promotor de Vendas Especializado

Promotor de Vendas

Profissão Promotor de Vendas Especializado
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.590,80
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.439,10
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -9,5%

15. Assistente Administrativo

Trabalho em equipe; cooperação; feedback; escritório

Profissão Assistente Administrativo
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.462,20
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.331,70
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -8,9%

16. Agricultor de Especies Frutíferas Rasteiras

Agricultores em plantação

Profissão Agricultor de Especies Frutíferas Rasteiras
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 986,80
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 900,50
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -8,7%

17. Digitador

1. Marketing digital

Profissão Digitador
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.214,20
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.111,70
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -8,4%

18. Instrutor de Cursos Livres

Palestra na Expo Money

Profissão Instrutor de Cursos Livres
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.399,40
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.283,20
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -8,3%

19. Agricultor de Árvores Frutíferas

Trabalhadores colhem laranjas na Sucocítrico Cutrale

Profissão Agricultor de Árvores Frutíferas
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.103,50
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.017,60
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -7,8%

20. Inspetor de Alunos de Escola Privada

Inspetor de alunos

Profissão Inspetor de Alunos de Escola Privada
Salário médio de admissão em janeiro de 2016 R$ 1.218,50
Salário médio de admissão em outubro de 2016 R$ 1.129,60
Variação entre janeiro e outubro de 2016 -7,3%
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ricardo Michel

    a maior parte, educadores!!!!! eeeeee Brasil!

  2. Danilo Pereira

    É… Gostaria de ver essas quedá dos governadores… Um dia quem sabe, não haverá?

  3. ViP Berbigao

    Maioria em áreas de educação. E ainda seriamos uma pátria educadora. Político tenha certeza, tudo o que falam é exatamente o contrário que agem.
    Reformas disso e daquilo é para sobrar dinheiro para corrupção e pagar juros. Ao povo resta ser burro de carga e levar chibatada no lombo.

  4. Paulo Deoliveira

    Enquanto isso tem políticos e ministros ganhando $ 200.000,00 reais por mês, jamais sairemos desse buraco.

  5. Tamires Celes

    Lamentável! A estratégia número 1 de um governo medíocre como o brasileiro: deixar seu povo na ignorância, ser educador nesse cenário e triste, não me conformo de um país tão maravilhoso e belo como o nosso ficar afundado nessa lama.. triste, repugnante e lamentável.. professores vocês são heróis! Perdoe essa nação trata-los da maneira que são tratados é vergonhoso…