Votação da PEC do Teto pode ficar para ano que vem, diz Serra

O ministro das Relações Exteriores lembrou que o recesso da Câmara começa em breve e, por isso, a votação deve acontecer apenas em 2017

São Paulo – O ministro de Relações Exteriores, José Serra, afirmou nesta sexta-feira, 9, que há uma recuperação da confiança dos empresários nas políticas econômicas do governo, especialmente na fiscal, e o ambiente de investimentos deve melhorar em breve.

Serra, senador licenciado, disse que a PEC do Teto dos Gastos já está praticamente aprovada na Câmara Alta, mas lembrou que o prazo é curto, já que o recesso parlamentar começa em breve.

“Não sei se há condições políticas para adiar o começo do recesso. Talvez a aprovação da PEC fique para o começo do próximo ano”, afirmou ao participar do almoço anual da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

O ministro destacou, no entanto, que o governo tem uma base forte de apoio no Congresso.