Uso da capacidade da indústria atinge 82,6% em janeiro

Apesar da recuperação em relação a queda em dezembro, faturamento da indústria registrou queda

Brasília – A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria recuperou-se da queda registrada em dezembro do ano passado e aumentou 0,2 ponto porcentual, para 82,6% em janeiro, de acordo com os indicadores industriais divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na comparação com janeiro do ano passado, a utilização do parque instalado aumentou 1,4 ponto porcentual.

Já o faturamento real da indústria recuou 1,3% em janeiro, na comparação com o último mês de 2010 (dados dessazonalizados). Apesar dessa ser a segunda queda consecutiva, na comparação mensal, o faturamento da indústria ficou 7,9% acima do patamar registrado em janeiro do ano passado.

As horas trabalhadas na indústria cresceram 0,6% em janeiro ante o mês anterior e acumulam crescimento de 3,7% ante janeiro de 2010. Ainda assim, destaca a CNI, esse indicador se mantém ao nível 3,3% inferior ao patamar pré-crise, de setembro de 2008.

Apesar da queda do ritmo da atividade industrial, o emprego voltou a crescer pelo terceiro mês consecutivo. O indicador de novas contratações aumentou 0,2% em janeiro ante dezembro, com expansão de 4,8% ante janeiro de 2010.

Como normalmente ocorre no início do ano, a massa salarial real da indústria diminuiu 15% em janeiro, na comparação com dezembro, mês quando normalmente são pagos 13º salário, bônus e outras remunerações. Na comparação com janeiro do ano passado, a massa salarial cresceu 4%. Da mesma forma, o rendimento médio real do trabalhador no setor recuou 14,9% em janeiro, ante dezembro. Comparado a janeiro do ano passado, a queda foi de 0,9%.