Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Um a cada três brasileiros apoia intervenção militar no país

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas mostra que, entre os que defendem volta da Ditadura, maioria tem mais de 45 anos

São Paulo — Cerca de 35% dos brasileiros apoiam uma intervenção militar provisória no país, revela um levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado neste mês. O conteúdo da pesquisa foi divulgado nesta terça-feira (20) pelo Radar On-Line de Veja.com.

O levantamento foi feito com 2.016 pessoas em 24 estados e no Distrito Federal, entre os dias 6 e 8 de dezembro.

Segundo o instituto, a pesquisa tem um grau de confiança de 95% e uma margem de erro de cerca de 2%. De acordo com o resumo do estudo, os entrevistados tiveram que responder à pergunta “O Sr(a) seria a favor ou contra a uma intervenção militar provisória no país nesse momento?”.

A maior parte (59,2%) dos entrevistados se disse contrária a uma intervenção dos militares no Brasil, enquanto 5,7% não souberam ou não quiseram responder.

O maior porcentual de pessoas que defenderam a volta de uma intervenção está nos grupos com entrevistados de 45 a 59 anos (39,6%) e de 60 anos ou mais (39,3%), que vivenciaram a Ditadura Militar do Brasil e viram as violações de direitos humanos vividas durante o regime.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Leonardo Lírio

    Seis teim pobrema né?

  2. Érica Shiroma

    Estranho é que quem viveu na época apóia, quem não apóia é quem conheceu os governos militares pelos livros de história escritos por comunistas. Nunca houve tamanho crescimento econômico como na época dos militares. Eu gostaria de ter vivido nesta época, onde os cidadãos de bem eram respeitados e bandidos e baderneiros tinham o tratamento merecido.

  3. Quem não apoia são esses jovens que conhecem a intervenção de 64 pelos livros do mec. Se os mais velhos votassem contra, seria um prato cheio para a esquerdalha, pois iriam bradar aos ventos que o regime militar era cruel e tal. Nada disso, vivíamos bem, com segurança e em paz. Intervenção Militar já! A única solução do momento para o Brasil.

  4. Andrey Lúcio de Souza

    O número mais próximo da quantidade de Brasileiros é de 200,4 milhões (2013).
    Vocês deveriam ser multados por publicar uma noticia tendenciosa dessas.

    Mesmo assim é assustador existir até uma pessoa a favor de uma atrocidade dessas.

  5. Andrey Lúcio de Souza

    ahh, quase me esqueci, como apologia a tortura é crime, pau no cu dos fãs e apoiadores de torturadores. :D

    1. principalmente dos comunistas… vide Che Guevara, Fidel, Stalin. monstros do século passado idolatrados pelos idiotas uteis desse século!

  6. Otto Carneiro de Lima

    Intervenção militar é um eufemismo para golpe de estado e uma interpretação esquizofrênica da Constituição Federal.

    1. Seu demente, ou vc é bandido mesmo ou é um beneficiário do crime politico organizado desses bandidos esquerdistas comunistas corruptos que assaltam a nação desde 1985…bandido não gosta nem de ouvir a palavra militar não mesmo sua escória humana.

  7. SOS FFAA – Contras os bandidos esquerdistas comunistas corruptos assaltantes da nação e entregadores de nossos patrimônios aos estrangeiros , INTERVENÇÃO MILITAR CONSTITUCIONAL URGENTE E FECHAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL a única ferramenta capaz de se fazer uma faxina ampla geral e irrestrita nos três poderes corruptos infestados de bandidos…o problema do Brasil de hoje é cirúrgico e a intervenção militar é o procedimento padrão com soldados, armas, algemas, prisão e “TRIBUNAL MILITAR”.

  8. O que está faltando no Brasil é um general do saco roxo igual aos do regime militar pra derrubar do poder esse bando de filhos das putas comunistas ladrões que estão no poder, esses bandidos que abriram as portas da corrupção e bandidagem que vivemos nos dias de hoje, um general que unisse todas as FFAA e mandasse soldados armados pra derrubar essa porra do poder repleto de bandidos corruptos peidorreiros maloqueiros incompetentes, essa zorra não pode continuar, o exército tem que se mexer, tem que colocar um fim nessa merda toda, não dá mais pra suportar, essa corja de bandidos esquerdistas comunistas corruptos que assaltam a nação desde 1985, derrubar esses filhos de putas do poder e exterminar com esse STF , essa antro do crime organizado, essa currióla de bandidos togados, esses juízes filhos de putas bandidos que são indicados por esses bandidos políticos para protegê-los dos crimes que praticam, esses juízes filhos de putas bandidos que não prende e condena nenhum deles, não passam de cachorros de estimação do crime organizado da política, essa merda toda tem que acabar, e nós patriotas vamos invadir Brasília e o congresso nacional e tirar toda essa bandidagem de lá de dentro nem que seja na base da porrada, já temos data marcada, esperem bando de bandidos filhos de putas que a hora de vocês esta chegando.

  9. Diz o texto “que vivenciaram a Ditadura Militar do Brasil e viram as violações de direitos humanos vividas durante o regime.”. O texto já tenta INDUZIR o leitor. Pessoas que votaram À FAVOR de uma INTERVENÇÃO MILITAR com certeza NÃO VIRAM violações de DH, ou viram respostas violentas contra atos subversivos violentos. Vivi nessa época…era adolescente/adulto, e andava de madrugada por São Paulo, e nunca fui incomodado por Policiais ou marginais. Agora, quem devia ter medo da Polícia naquela época eram os vagabundos baderneiros e terroristas. E os vagabundos que sobreviveram à luta armada que foi proposta por eles (os terroristas marxistas) existe uma grande parte que hoje ROUBA o Brasil. Quer dizer então, que se não fossem os Militares em 1964, essa roubalheira estaria ocorrendo desde aquela época ? Depois do Regime Militar tivemos, José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso (2), Luiz Inácio Lula da Silva (2), Dilma Vana Rousseff (1+1/2), Michel Temer (1/2). Em 30 anos e foi isso que a política produziu ? LADRÕES !